Na Igreja Católica Apostólica Romana, uma positio[1] (do latim: positio super virtutibus, "posição sobre as virtudes"), é um documento ou conjunto de documentos utilizados no processo pelo qual uma pessoa é declarada Venerável, o segundo dos quatro passos (Servo de DeusVenerávelBeatoSanto) no caminho até a declaração de santidade.[2] A coleta dos dados obtidos pela investigação diocesana sobre as virtudes heroicas de um candidato em uma forma adequada para a sua apresentação à Congregação para as Causas dos Santos. Após a apresentação, a positio é examinada por um comitê de especialistas, historiadores e teólogos: se encontram adequação nas evidências apresentadas, podem então recomendar ao Papa que o candidato seja considerado Venerável[3].

As positio podem chegar a ter mais de 1 000 páginas. O tempo entre a apresentação de uma positio e a recomendação da comissão de especialistas possui período de duração variável, ainda que longo e medido em anos[4].

Referências

  1. Tradução de positio
  2. Leonardi, C.; Riccardi, A.; Zarri, G., (2000). Diccionario de los Santos. [S.l.]: San Pablo. ISBN 842852257X 
  3. REYES VIZCAÍNO, Pedro María. «El proceso de beatificación y canonización». Ius Canonicum. Consultado em 27 de julho de 2016 
  4. «Canonização celebrada pelo Papa Francisco: João Paulo II e João XXIII se tornam oficialmente santos». Catolicismo Romano. Consultado em 27 de julho de 2016