Praxis (engenharia de software)

Praxis é um processo de desenvolvimento de software. Ele tem enfoque educacional, com o objetivo de dar suporte ao treinamento em Engenharia de Software e à implantação de processos em organizações que desenvolvem, mantêm ou contratam software.

O processo Praxis é baseado na experiência de consultoria industrial do autor, assim como de alguns dos mais importantes paradigmas da área:

Praxis é um modelo oriundo do DCC/UFMG que, segundo seus autores, foi baseado nos modelos RUP (sendo esta sua principal referência), TSP e PSP. Na realidade, trata-se de uma instância (implementação) do RUP, que ganhou expressão no mercado em função de seu "berço" (DCC UFMG - Referência em computação) e por ter sido utilizado em cursos de graduação e pós graduação por longos períodos. Entretanto, existem limitações para sua difusão, falta de divulgação de longo alcance, fora de MG, e a questão do "perfil acadêmico" excessivo do modelo, caracterizado, por exemplo pelo excessivo número de artefatos gerado ao longo do projeto (relatórios, modelos, especificações, etc)

FundamentosEditar

O modelo baseia-se numa visão sobreposta, por duas fontes do mesmo fato: O Desenvolvimento de Software.

> A primeira visão é a do "fluxo técnico":

   - Atividade do engenheiro de software
   - Gestão de requisitos
   - Análise (Projeto lógico)
   - Desenho (Diagramação, UML)
   - Implementação
   - Engenharia de Sistemas

> A segunda visão é a gerencial, cuja responsabilidade é do gestor de projetos. Cada passo/fase, é vista segundo um "script" estruturado da seguinte forma:

   - Descrição
   - Pré Requisito
   - Insumos
   - Atividades
   - Resultados Esperados
   - Critérios de aprovacao

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar