Protótipo da Bandeira Nacional do Brasil

protótipo da Bandeira Nacional do Brasil, pintura de Décio Villares

O Protótipo da Bandeira Nacional do Brasil é uma pintura a óleo do artista brasileiro Décio Villares (1851-1931). Fazia parte do acervo da Igreja Positivista do Brasil de onde foi roubada em 2010.[1]

Protótipo da Bandeira Nacional do Brasil
Protótipo da Bandeira Nacional do Brasil
Autor Décio Villares
Data 1889

Descrição editar

A pintura foi executada baseada nos desenhos de Raimundo Teixeira Mendes (1855-1927) matemático e filósofo positivista assim como Décio Villares. Também teve a colaboração de Miguel Lemos e do astrônomo Manuel Pereira Reis, que organizou a posição exata das estrelas no dia 15 de Novembro de 1889, dia da Proclamação da República. Seu lema foi baseado em uma frase do pai do positivismo, Augusto Comte.[2]

  • Esfera da Bandeira Nacional em papel vegetal, autor Raimundo Teixeira Mendes. Material descoberto na Igreja Positivista do Brasil, no Rio de Janeiro.
  • Esboço da Bandeira Nacional feito em papel quadriculado, datado novembro de 1889, autoria de Raimundo Teixeira Mendes.
  • Ver também editar

    Referências

    1. Ricardo Westin (31 de outubro de 2014). «Veja os desenhos originais e a pintura que deram forma à bandeira do Brasil». Senado Federal, notícias. Consultado em 6 de abril de 2019 
    2. «G1 > Ciência e Saúde - NOTÍCIAS - Pesquisador explica controvérsias astronômicas da bandeira do Brasil». g1.globo.com. Consultado em 8 de setembro de 2023 

    Ligações externas editar

     
    O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Protótipo da Bandeira Nacional do Brasil