Pteromyscus pulverulentus

O Pteromyscus pulverulentus é um esquilo-voador e a única espécie no gênero Pteromyscus. É encontrado em Brunei, Indonésia, Malásia, e Tailândia. Seu habitat natural são florestas secas subtropicais ou tropicais. Pteromyscus pulverulentus ocupa principalmente as florestas primárias de várzea. É menos comum em maiores altitudes até 910m. Está ameaçado por destruição de habitat. Ele passou de Baixo Risco em 1996 para Em Perigo em 2008.

Como ler uma infocaixa de taxonomiaPteromyscus pulverulentus
SciuropterusPulverulentusWolf.jpg
Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Sciuridae
Subfamília: Sciurinae
Tribo: Pteromyini
Género: Pteromyscus
Espécie: P. pulverulentus
Nome binomial
Pteromyscus pulverulentus
(Günther, 1873)
Subespécies
  • P. p. pulverulentus
  • P. p. borneanus

CaracterísticasEditar

O comprimento do corpo varia de 22–29 cm, mais o comprimento da cauda que varia de 18–23 cm, o comprimento do pé traseiro varia de 38 –45 mm e comprimento da orelha varia de 17–23 mm. Seu peso varia de 134-252 g. As partes superiores são de marrom escuro a negro. A base dos cabelos são cinza com faixas amarelo-amarronzadas ou esbranquiçadas perto do final. A parte inferior é branco amarelo-amarronzado, os pés são marrom-claro, e as bochechas são cinza. A cauda apresenta mais longos pêlos do que em lugares na parte superior ou inferior, dando-lhe um perfil um pouco achatado, mas não tão acentuada como em espécies do gênero Glaucomys. A cauda peluda é castanho-acinzentada, com pêlos enegrecidos na ponta. Pteromyscus pulverulentus são animais noturnos e são principalmente solitários. Em Sabah passam os dias em buracos de árvores 3 a 4 metros acima do solo. Acredita-se que essa espécie se alimenta de material vegetal, incluindo folhas, folhas recém-formadas ou flores que ainda não se abriram, flores indicativas de frutos e novos brotos.

ReproduçãoEditar

Pteromyscus pulverulentus reproduz e dá a luz na Malásia, em todos os meses do ano. O tamanho da ninhada é de 1 a 2, com uma média de 1,3. Ninhadas e fêmeas grávidas são encontradas em todo o ano, embora apenas em pequenas quantidades.

ReferênciasEditar

  Este artigo sobre roedores, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.