Abrir menu principal

Qalb Loze (em árabe: قلب لوزة, também escrito Qalb Lawzah ou Qalb Lozeh) é uma aldeia drusa no noroeste da Síria, administrativamente parte do distrito de Idlib e localizada a cerca de 35 km a oeste de Alepo.

Situa-se perto da fronteira com a Turquia e faz parte de uma área conhecida como as Cidades Mortas, de acordo com o Síria Central Bureau of Statistics (CBS), Qalb Loze tinha uma população de 1.290 no recenseamento 2004.[1]

A vila é bem conhecida pela sua igreja do século V e outras ruínas bizantinas da época.[2] O nome Qalb Loze significa "Coração da amêndoa".[3] A maioria dos moradores trabalha na agricultura e cultivam principalmente tabaco e azeitonas.[2] O tabaco é usado para a indústria local de cigarros.[4]

GeografiaEditar

Qalb Loze fica a uma altitude de 670 metros no distrito de Idlib, uma região montanhosa e remota em um maciço calcário no norte da Síria, a poucos quilômetros da fronteira com a Turquia. O local é próximo a Barisha e é acessível a partir da principal estrada Alepo-Antáquia, por uma estrada secundária que conduz a nordeste. Localidades próximas incluem Qurqania ao sul, Kafr Dariyan a leste e Kafr Takharim a oeste.[5]

A área é ecologicamente vulnerável devido à desertificação e sua alta altitude. As oliveiras crescem no vale abaixo da aldeia, onde também existem algumas outras culturas.

DemografiaEditar

Em meados da década de 1960, havia cerca de 150 habitantes em Qalb Loze.[6] Ela ainda é uma pequena aldeia com uma população de 1.290 no censo de 2004.[1] Seus habitantes são membros da comunidade drusa, assim como outras 13 aldeias nas proximidades. Os moradores da aldeia são conhecidos por sua pele clara e cabelo loiro.[7]

IgrejaEditar

 
Ruinas da Basilica de Qalb Loze

A igreja em Qalb Lozeh remonta ao ano de 460s AD[8] e é uma das igrejas mais bem preservadas deste período na região.[9] A igreja é a primeira grande basílica conhecida na Síria.[10] As colunas, que na tradicional arquitetura igreja bizantina separam os corredores da nave, foram substituídos com baixos pilares e arcos crescentes que criam a sensação de um espaço maior.[8][11] Ela é muito semelhante, em estilo arquitetônico e artesanal, as grandes igrejas pre-islâmicas sírias de El Anderin, Ruweha e Kerratin, em Turmanin, que podem ter sido construídas pelos mesmos grupos de artesãos.[12][13]

A exploradora e arqueóloga Gertrude Bell, descreveu esta igreja como "(...) o começo de um novo capítulo na arquitetura do mundo. A beleza fina e simples do Românico nasceu no norte da Síria (...)".[14] Desde a visita de Gertrude Bell no início dos anos 1900, a cidade tem crescido, e a igreja está agora cercada por casas modernas.[15]

Patrimônio MundialEditar

O local foi inscrito pela UNESCO como Patrimônio Mundial em 2011 sendo parte da listagem das "Aldeias antigas do Norte da Síria".[16]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b General Census of Population and Housing 2004 Arquivado em 6 de fevereiro de 2013, no Wayback Machine.. Syria Central Bureau of Statistics (CBS). Idlib Governorate.
  2. a b Syria Druze back Sunnis' revolt with words but not arms. Agence France-Presse. 2012-09-08.
  3. Betts, 1990, p. 61.
  4. Nelles Guide, 1999, p. 105.
  5. Qalb Lawzah Map. Mapcarta.
  6. Boulanger, 1966, p. 409.
  7. Betts, 1990, p. 36.
  8. a b Bogisch, Markus (2005) "Qalat Seman and Resafa/Sergiupolis: Two Early Byzantine Pilgrimage Centers in Northern Syria" pp. 52–72 In Volt, Ivo and Päll, Janika (2005) Byzantino-Nordica 2004: Papers Presented at the International Symposium of Byzantine Studies Held on 7–11 May 2004 in Tartu, Estonia Morgenstern Society, Tartu University Press, Tartu, Estonia,page 64, ISBN 9949-11-266-4
  9. L'église de Qalbe Loze - UNESCO World Heritage Centre
  10. Burns, Ross (2009) The Monuments of Syria: A Guide (third edition) I.B. Tauris, London, page 245, ISBN 978-1-84511-947-8
  11. Tchalenko, Georges (1974) "La Basilique de Qalbloze" Les annales archéologiques arabes syriennes: revue d'archéologie et d'histoire 24: pp. 9–15, page 9; in French
  12. Strube, Christine (1977) "Die Formgebung der Apsisdekoration in Qalbloze unde Qalat Siman" Jahrbuch für Antike und Christentum 20: pp. 181–191, page 187; in German
  13. Krautheimer, Richard and Ćurči, Slobodan (1992) Early Christian and Byzantine Architecture (Fourth Edition) Yale University Press, New Haven, Connecticut, page 151, ISBN 0-300-05294-4
  14. Bell, Gertrude Lowthian (2001) The Desert and the Sown: The Syrian adventures of the female Lawrence of Arabia Cooper Square Press, New York, page 306, ISBN 0-8154-1135-9; originally published as Syria, the Desert and the Sown in 1907 by Heinemann, London OCLC 234202529
  15. Ash, John (10 September 2000) "Syria: Dead Cities And Lively Aleppo" The New York Times Magazine
  16. UNESCO World Heritage List, Ancient Villages of Northern Syria

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar