Quinta de Vila Meã

Quinta de Vila Meã Porto, Campanhã

A Quinta de Vila Meã está situada próximo da Rotunda de Campanhã (acesso para a Via de Cintura Interna - VCI), a Quinta de Vila Meã foi construída e habitada pela família Vieira entre os séculos XIV e XIX.

Em 1866 foi vendida a José Joaquim Pereira de Lima. Nessa altura a quinta dividia-se em Casal de Baixo e Casal de Cima que, no seu conjunto, englobavam: casa nobre, capela dedicada a Nossa Senhora dos Anjos, jardins, pomar, lago, casas para caseiros e ainda mais de vinte e cinco propriedades, que iam de Godim ao Fojo, incluindo Lameira, Corujeira, Monte Escoural e Bonjóia.

Por volta de 1920 a Quinta de Vila Meã foi vendida à família Mitra, razão pela qual é também conhecida por Quinta da Mitra e a Rotunda de acesso à VCI também é conhecida por Rotunda da Mitra.

Grande parte dos terrenos onde antes era a quinta são hoje ocupados pela VCI e pela linha de caminhos de ferro.

A quinta é agora propriedade da Câmara Municipal do Porto que construiu nos seus terrenos um bairro social de casa pré-fabricadas (o bairro da mitra) nos anos 80.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Património, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.