Romulo Maiorana

(Redirecionado de Rômulo Maiorana)

Romulo Maiorana (Recife, 20 de outubro de 1922São Paulo, 23 de abril de 1986) foi um empresário e jornalista brasileiro.

Romulo Maiorana
Nascimento 20 de outubro de 1922
Recife, PE
Morte 23 de abril de 1986 (63 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Cônjuge Lucidéa Maiorana
Ocupação Empresário e Jornalista

Filho de italianos, Francisco e Angelina, nasceu no Recife no dia 20 de outubro de 1922.[1] Chegou em Belém em 1953, acompanhado pelo amigo Nelsinho Valença.[1]

Os dois tinham uma empresa, a Duplex Publicidade, e trouxeram uma novidade: placas indicativas para as paradas de ônibus.[1]

Rômulo casou-se com Lucidéa Batista Maiorana, com quem teve sete filhos.[1]

Quando o jornal onde trabalhava foi vendido para o engenheiro Ocyr Proença, em 1964, Romulo foi transferido para o jornal Folha do Norte, onde passou a escrever a coluna “RM Informa” e a página semanal “Sempre aos Domingos”.[1]

No mesmo ano Romulo comprou O Liberal, que à época chegava aos leitores com apenas 500 exemplares impressos numa rotoplana. Em apenas 10 anos, o jornal se transformou no impresso de maior circulação da Amazônia.[1]

Em 1971, introduziu no mercado paraense o off-set. Nessa época, já havia a concessão da Rádio Liberal AM.[1]

Em 1976 o grupo inaugurou a TV Liberal, canal 7, a primeira em todo o Norte e Nordeste a transmitir a programação da TV Globo em cores.[1]

Romulo Maiorana faleceu aos 63 anos, em 23 de abril de 1986 e deixou um conglomerado de 10 empresas que fazem parte das Organizações que levam o seu nome.[1]

Em 19 de novembro de 2010, a Avenida 25 de Setembro, no bairro do Marco em Belém foi rebatizada com o nome de Romulo Maiorana.[1]

Referências

  1. a b c d e f g h i j Agência Trabalhista de Notícias (21 de novembro de 2010). «Arbage, prefeito em exercício de Belém, sanciona lei aprovada na Câmara». Site do PTB. Consultado em 2 de maio de 2017 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.