Ramananda

Ramananda (1400?-1470?) foi um dos grandes santos-poetas da Índia medieval e considerado como pertencente à tradição vaixnava, um "ramayati," ou devoto de Vixnu como Rama. Radicado em Varanasi, escrevia em hindi vernacular.

Ramananda
Nascimento 1400
Prayagraj
Morte 1470
Varanasi
Residência Varanasi
Ocupação filósofo, poeta, cult leader
Religião hinduísmo

Foi considerado e estimado como um grande mestre espiritual (guru) e possuia inúmeros discípulos, entre eles os famosos poetas e filósofos Kabir e Tulsidas.

Ramananda propagou pelo norte da índia o vaixnavismo como ensiando por Ramanuja, o mais famoso erudito vaixnava do sul do sub-continente e venerado comentarista do Brahma-sutra seguindo a versão teísta.

Foi um revolucionário religioso na época, pois como brâmane aceitava discípulos de todas as castas e até mesmo entre os muçulmanos e os considerados intocáveis, ele alegava: "Que ninguém pergunte a que casta um homem pertence ou o que ele come. Se um homem é devoto de Hari (Deus, Vixnu) ele pertence a Hari, ele é filho de Hari e não é uma pessoa ordinária."

Há uma grande seita de mendicantes hindus denominada "ramanandis" que considera Ramananda como seu fundador.

BibliografiaEditar

  • Encyclopaedia Britannica, "Ramananda", disponível online http://www.britannica.com
  • Hawley, John Stratton. The Bhakti Voices: Mirbai, Surdas, and Kabir in Their Times and Ours, Oxford 2005.