Ranmaru Mori

Ranmaru Mori (森蘭丸?), nascido em 1565 com o nome de Nagasada Mori (森長定), filho de Yoshinari Mori, e irmão mais novo de Nagayoshi Mori, da província de Mino. Desde jovem, Ranmaru foi criado de Nobunaga Oda. Reconhecido por o seu talento e lealdade, ele foi elevado a um cargo de responsabilidade. Em Ōmi, deram-lhe 500 koku, e depois da morte de Katsuyori Takeda, ele foi premiado com 50,000 koku no Castelo Iwamura. Ranmaru e seus irmãos mais novos pereceram defendendo Nobunaga Oda durante o Incidente em Honnō-ji em 21 de Junho de 1582. Ranmaru Mori cometeu seppuku com Nobunaga. Oda e Mori tinham uma relação de vassalo-senhor possivelmente sexual[1], seguindo a tradição shūdō, e era largamente admirada no Japão pela sua força. Em trabalhos fictícios apresentam Ranmaru muitas vezes com uma aparência extremamente feminina.

Mori Ranmaru

Ver tambémEditar

Referências

  1. "Personalities such as Oda Nobunaga's boy lover Mori Ranmaru were widely known throughout the Edo period." Timon Screech, Sex and the floating world: erotic images in Japan, 1700-1820 - Página 84
  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.