Abrir menu principal

Região Geográfica Intermediária de Macapá

Região Geográfica Intermediária de Macapá
Divisão regional do Brasil
Localização
Características geográficas
Unidade federativa  Amapá
Regiões geográficas
imediatas
Laranjal do Jari
Macapá
Regiões limítrofes Altamira
Breves
Oiapoque-Porto Grande
Área 56 254,304 km² 2017
População 704 888 hab. est. 2018
Densidade 12,53 hab./km²
Cidade mais
populosa
Macapá

A Região Geográfica Intermediária de Macapá é uma das duas regiões intermediárias do estado brasileiro do Amapá e uma das 134 regiões intermediárias do Brasil, criadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2017.[1] É composta por 6 municípios, distribuídos em duas regiões geográficas imediatas.

Sua população total estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 1º de julho de 2018 é de 704 888 habitantes, distribuídos em uma área total de 56 254,304 km².[2]

Macapá é o município mais populoso da região intermediária, além de ser capital do estado, com 493 634 habitantes, de acordo com estimativas de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).[3]

Índice

Regiões geográficas imediatasEditar

Região geográfica imediata Municípios População
Estimativa 2018
Área (km²)
Região Geográfica Imediata de
Macapá
Itaubal
Macapá
Mazagão
Santana
639 837 22 962,327
Região Geográfica Imediata de
Laranjal do Jari
Laranjal do Jari
Vitória do Jari
65 051 33 291,977
Total
6
704 888
56 254,304

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Divisão Regional do Brasil». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2017. Consultado em 9 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2017 
  2. «Áreas dos municípios brasileiros em 1º de julho de 2017». Área dos Municípios 2017. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2017. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  3. «Estimativas populacionais para os municípios brasileiros em 1º de julho de 2018 - Macapá». Estimativa populacional 2018. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2018. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 

Ligações externasEditar