Remoção indígena

política doméstica dos Estados Unidos do início do século XIX

A Remoção indígena foi a política do governo dos Estados Unidos de realocar as tribos indígenas situadas a leste do rio Mississippi para a área a oeste do rio. Essa política foi executada no século XIX, e levou à formação do Território Indígena, atual estado de Oklahoma, para abrigar as tribos removidas.[1]

Mapa das remoções indígenas.

A remoção indígena foi defendida pelo presidente Andrew Jackson e pelo Partido Democrata. Essa política realocou cerca de 60.000 indígenas das "Cinco tribos civilizadas" e formou a chamada Trilha das Lágrimas.[2]

Referências

  1. Saunt, Claudio (2020). Unworthy republic: the dispossession of Native Americans and the road to Indian territory First ed. New York: W. W. Norton & Company. ISBN 978-0-393-60985-1 
  2. Jahoda, Gloria (1975). The Trail of Tears: The Story of the American Indian Removals 1813–1855. New York: Holt, Rinehart and Winston. ISBN 0-03-014871-5.
  Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.