Repórter Estrábico

Repórter Estrábico
Informação geral
País Portugal Portugal
Gênero(s) Pop rock eletrónico
Período em atividade 1985 -
Integrantes Anselmo Canha - baixo ;

Luciano Barbosa - voz, percusão ; Manuel Ribeiro - teclas e vozes ; Paulo Lopes - guitarras e vozes

Página oficial reporterestrabico.com (inativo), Facebook Repórter Estrábico

Repórter Estrábico é uma banda portuguesa de pop rock electrónico, formada nos anos 80.[1] Trata-se de uma banda do Porto que se define como autora de "techno pop irónico". [2]

Na sua formação original, os Repórter Estrábico eram: Paula Sousa (sintetizador, sampler, piano e voz), António Olaio (voz), Paulo Lopes (guitarra), Luciano Barbosa (caixa de ritmos, percussão e voz), José Ferrão (guitarra) e Anselmo Canha (baixo).

Em 1991, lançam o álbum Uno Dos, com temas como "Disco Heavy", "Pois, Pois" e "John Wayne".

O álbum Bigo foi lançado em 1994. Seguiu-se Disco de Prata, em 1995.

Na editora Nortesul, lançam o álbum Mouse Music (1999).

Nos anos seguintes, foram lançados o EP Requiem (2002) e Eurovisão (2004). Depois, a banda entrou em hiato.

Luciano Barbosa, Anselmo Canha, Paulo Lopes e Manuel Ribeiro regressaram em 2017, após 10 anos de pausa, tendo atuado no Teatro Rivoli, no âmbito do ciclo Porto Best Of. Em 2018, lançaram o single "Separa o Lixo".

Luciano Barbosa, o seu carismático líder e vocalista, de seu verdadeiro nome Gonçalo Vaz, faleceu a 2 de maio de 2019, aos 60 anos.[3]

Discografia [4]Editar

  • Uno Dos (1991)
  • Bigo (1994)
  • Disco de Prata (1995)
  • Mouse Music (1999)
  • Requiem (EP) (2002)
  • Eurovisão (2004)

Referências

  1. Repórter Estrábico: Biografia . blitz.aeiou.pt
  2. Blitz 25 anos, Edição Especial de Coleccionador, Novembro 2009 n.º 41.
  3. «Morreu Luciano Barbosa, vocalista dos Repórter Estrábico». Diário de Notícias. 5 de maio de 2019. Consultado em 4 de maio de 2020 
  4. myspace.com/reporterestrabico
   Este artigo sobre uma banda ou grupo musical de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.