Resistência Síria

Resistência Síria
Participante na Guerra Civil Síria
Syrian Resistance Flag.svg
Datas 2011 - presente
Ideologia Socialismo
Nacionalismo de esquerda
Marxismo-leninismo
Secularismo
Restauração de Hatay sírio
Anti-imperialismo
Objetivos Defender o governo de Bashar al-Assad
Reunificação da província de Hatay com a Síria
Organização
Líder Mihraç Ural
Orientação
religiosa
Alauíta (maioria)
Sunismo
Xiismo
Cristianismo
Drusos
Grupos Falcões de Jazera e Eufrates
Sede Latakia,  Síria
Área de
operações
 Síria
Efetivos 2.000 (2015)
Relação com outros grupos
Aliados  Síria

 Irão
 Rússia
InfoboxHez.PNG Hezbollah
Flag of the Ba'ath Party.svg Brigadas Baath
Flag of the Syrian Social Nationalist Party.svg Partido Social Nacionalista Sírio
DHKP.svg DHKP-C

Inimigos  Turquia
AQMI Flag asymmetric.svg Estado Islâmico do Iraque e da Síria
Flag of Jihad.svg Al-Qaeda
Flag of Hayat Tahrir al-Sham.svg Tahrir al-Sham
Flag of Syria (1932-1958; 1961-1963).svg Exército Livre da Síria
Conflitos
Guerra Civil Síria

Resistência Síria (em árabe: المقاومة السورية, Al Muqāwamat al-Sūriyah), organização anteriormente conhecida como Frente Popular para a Libertação de Liwa de Iskandarun (em árabe: لتحرير لواء اسكندرون), é um grupo armado sírio pró-governamental que participa na guerra civil e opera no noroeste do país. O grupo é definido ideologicamente como marxista-leninista.[1]

HistóriaEditar

O grupo é liderado por Mihraç Ural (cujo nome é Ali Kayali),[2] membro da comunidade alauita turca de nacionalidade síria, que liderou uma célula rebelde clandestina na província de Hatay, ligada ao DHKP-C.

A actual Resistência Síria está operacional desde 2011, apoiando desde do início o governo de Bashar al-Asad,[3] cooperando com as Forças Armadas da Síria, bem como diversas milícias pró-governo como as Força de Defesa Nacional, Hezbollah ou Partido Social Nacionalista Sírio

Referências