Retícula (bolsa)

Uma retícula era um tipo de bolsa pequena, semelhante a uma bolsa de mão moderna, usada principalmente de 1795 a 1820.[1] De acordo com o American Heritage Dictionary, a palavra "retícula" veio do francês réticule, que por sua vez veio do latim reticulum, um diminutivo de rete, ou "net".[2]

Retícula de contas com adornos de bronze, sementes de melão e cetim; medidas: 22.86 cm; (Estados Unidos, c.1860); LACMA.

A retícula tornou-se popular com o advento da moda da Regência no final do século XVIII. Anteriormente, as mulheres carregavam pertences pessoais em bolsos que ficavam amarrados na cintura, mas as saias colunares e os tecidos finos que entraram na moda tornavam os bolsos praticamente inutilizáveis.[1][3] Quando a retícula apareceu pela primeira vez, eram inicialmente feitas de rede. Com o passar do tempo, elas foram sendo produzidas a partir de vários tecidos, incluindo veludo, seda e cetim.[4] Geralmente possuíam um cordão, fechava-se na parte superior e passava-se sobre o braço com um cordão ou corrente. As retículas eram feitas em uma variedade de estilos e formas e às vezes enfeitadas com bordados ou contas. As mulheres costumam fazer suas próprias retículas.[1][3][5]

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. a b c Yarwood, Doreen (2011) [1978]. Illustrated History of World Costume. Mineola, New York: Dover Publications, Inc. p. 21. ISBN 978-0-486-43380-6 
  2. reticule. (n.d.) American Heritage® Dictionary of the English Language, Fifth Edition. (2011). Retrieved May 19, 2016 from http://www.thefreedictionary.com/reticule
  3. a b Kloester, Jennifer (2010) [2005]. Georgette Heyer's Regency World. [S.l.]: Sourcebooks, Inc. p. 206. ISBN 978-1-4022-4136-9 
  4. reticule. (n.d.) Random House Kernerman Webster’s College Dictionary. (2010). Retrieved May 19, 2016 from http://www.thefreedictionary.com/reticule
  5. «The History of Bags and Purses». Tassen Museum Hendrikje Museum of Bags and Purses. Cópia arquivada em 18 de Novembero de 2018  Verifique data em: |arquivodata= (ajuda)