Abrir menu principal
Ricardo Fino
Informação geral
Nascimento 18 de junho de 1953 (66 anos)
Origem Aveiro
País Portugal Portugal
Gênero(s) fado, música popular portuguesa
Período em atividade 1971-1984 e 2007-Actualidade
Página oficial Página oficial

Ricardo Fino (Aveiro, 18 de Junho de 1953) é um compositor e cantor português.

Revelou desde muito cedo aptidões para o canto e aos 18 anos foi um dos fundadores do grupo aveirense Nova Dimensão, de onde saiu dois anos depois para se tornar o vocalista do grupo Kzars[1].

Em 1975, os Kzars extinguem-se para dar lugar aos Mandrágora, outra banda de que Ricardo Fino também fez parte e onde, a par do canto, escreve e compõe alguns temas originais. Com o fim dos Mandrágora, em 1984, afasta-se dos palcos, optando por «escutar muita música, ver muitos e variados concertos, descobrir novas sonoridades e aperfeiçoar a técnica instrumental»[2]

Regressa em 2007, quando os Mandrágora voltam a reunir-se para gravar um álbum de originais, com temas compostos entre 1980 e 1984. Participa nos dois concertos de apresentação do disco, que o grupo realiza em 2008. Em 2012 recomeça a escrever e a compor, misturando os sons tradicionais do fado com as suas principais raízes e inspirações: boleros, sambas, chorinhos e bossas, baladas de intervenção, mornas, tangos, valsas e chulas.

Em 2013, com o músico e produtor Quiné Teles grava um álbum a solo, Tardio, integralmente preenchido com músicas de sua autoria (algumas em parceria com os letristas Jesus Zing, Pedro da Silva Martins e Viriato Teles) e que teve as participações dos músicos Alfredo Teixeira (guitarra portuguesa e rabeca), Jorge Loura (guitarra), Miguel Calhaz (contrabaixo), João Gentil (acordina e acordeão), Marco Freire (tuba), Pedro Martins (violino), Afonso Teles (guitarra), Aoife Hiney (tin whistle), Ana Laíns, Micaela Vaz e Uxía (vozes). [3]

Em Novembro de 2014, em concerto no Teatro Aveirense, Aveiro, fez dueto com Ana Bacalhau.

Compõe, com letra de Viriato Teles, a canção Caminho Certo, para o primeiro disco a solo de Ela Vaz, Eu, saído em Outubro de 2016.

Também integra, desde 2012, o coro de câmara Voz Nua.

Em Fevereiro de 2017, em parceria com o pianista Pedro Almeida[1], apresenta o projecto Canções Tardias, baseado no CD Tardio, onde são incluídas canções de outros autores e algumas suas novas composições.

Referências

  1. Sobre Mim Nota biográfica na página oficial de Ricardo Fino (pág. visitada a 22.8.2014)
  2. Idem ibidem (pág. visitada a 22.8.2014)
  3. Tardio - Disco Antena 1

https://www.rtp.pt/antena1/discos/disco-a1-ricardo-fino-tardio_7841

Ligações externasEditar