Aveiro

município e cidade de Portugal
 Nota: Para outros significados, veja Aveiro (desambiguação).

Aveiro é uma cidade portuguesa capital do distrito de Aveiro na sub Região de Aveiro, na antiga província da beira litoral pertencendo à região do Centro. É sede do Município de Aveiro que tem uma área total de 197,58 km2[1], 80 978 habitantes[2] em 2021 e uma densidade populacional de 410 hab./km2, subdividido em 10 freguesias[3].

Aveiro
Brasão de Aveiro Bandeira de Aveiro

Localização de Aveiro
Mapa
Mapa de Aveiro
Gentílico Aveirense
Área 197,58 km²
População 80 978 hab. (2021)
Densidade populacional
N.º de freguesias 10
Presidente da
câmara municipal
José Ribau Esteves (PPD/PSD.CDS-PP.PPM, 2021–2025)
Fundação do município
(ou foral)
1515 (509 anos)
Região (NUTS II) Centro
Sub-região (NUTS III) Região de Aveiro
Distrito Aveiro
Província Beira Litoral
Orago Santa Joana Princesa
Feriado municipal 12 de maio (Santa Joana Princesa)
Código postal 3800
Sítio oficial www.cm-aveiro.pt
Município de Portugal

O município é limitado a norte pelo município da Murtosa, a nordeste por Albergaria-a-Velha, a leste por Águeda, a sul por Oliveira do Bairro, a sudoeste por Vagos e por Ílhavo e a oeste com o Oceano Atlântico,

A cidade é um importante centro urbano, portuário, ferroviário, universitário e turístico. Fica situada a cerca de 63 km a noroeste de Coimbra, de 70 km a sul do Porto, e a 255 km de Lisboa.

História editar

 Ver artigo principal: História de Aveiro

Fruto da crise dinástica de 1383–1385 deu-se em Aveiro uma escaramuça entre tropas castelhanas e cavaleiros portugueses da Ordem de Cristo. Junto do que é hoje a vila de Eixo, 120 cavaleiros comandados por João Cabral vieram ao encontro de uma pequena expedição conjunta de tropas castelhanas contando com um total de 250 soldados. Cerca de 210 peões e uma mistura de 40 cavaleiros e besteiros que incluía o galego Juan de Batista. Ao final da manhã de 17 de outubro de 1384 deu-se a escaramuça que resultou numa vitória decisiva portuguesa. O padre da paróquia no final do dia fez o sumário da batalha e, embora provavelmente um número exagerado, é dito que morreram 46 castelhanos e apenas 7 portugueses. No final do dia o que restava das tropas castelhanas bateram em retirada refugiando-se junto do que é hoje Vilar Formoso para mais tarde se juntarem ao exército de Juan I de Castela.[4]

Em finais do século XVI e princípios do século XVII, a instabilidade da vital comunicação entre a Ria e o mar levou ao fecho do canal, impedindo a utilização do porto (veja Porto de Aveiro) e criando condições de insalubridade, provocadas pela estagnação das águas da lagoa, causas estas que provocaram uma grande diminuição do número de habitantes muitos dos quais emigraram, criando póvoas piscatórias ao longo da costa portuguesa e, consequentemente, estiveram na base de uma grande crise económica e social. Foi, porém e curiosamente, nesta fase de recessão que se construiu, em plena dominação filipina, um dos mais notáveis templos aveirenses: a Igreja da Misericórdia.

Em 1759, por Alvará Real de 11 de abril, D. José I elevou Aveiro a cidade, poucos meses depois de ter condenado por traição, ao cadafalso, o seu último duque, título criado, em 1547, por D. João III.

Foi feita Oficial da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito a 29 de março de 1919 e Membro-Honorário da Ordem da Liberdade a 23 de março de 1998.[5] Aveiro foi um dos principais portos envolvidos na pesca do bacalhau durante o período ditatorial.[6]

Geografia editar

É um município territorialmente descontínuo, visto que compreende algumas ilhas fluviais na Ria de Aveiro e uma porção da península costeira (freguesia de São Jacinto) com quase 25 km de extensão que fecha a ria a ocidente. O município tem limites terrestres e aquáticos através da Ria com Ílhavo e Murtosa. Faz ainda fronteira com Albergaria-a-Velha, Oliveira do Bairro, Vagos e Águeda.

Freguesias editar

 
Freguesias do município de Aveiro.
 
Aveiro
 
Barcos Moliceiros, Aveiro

O município de Aveiro está dividido em 10 freguesias:

Turismo editar

Património editar

 
Catedral de Aveiro
 
Interior da Catedral de Aveiro

Política editar

Eleições autárquicas [7] editar

Data % V % V % V % V % V % V % V % V % V % V % V % V % V % V % V % V % V Participação
CDS–PP PS PPD/PSD FEPU/APU/ CDU PCTP/ MRPP PCP (m-l) PRD UDP/ BE PSN PSDCDS IND E PPM PAN CH IL NC
1976 37,52 3 24,86 2 24,22 2 7,36 1,37 0,76
68,18 / 100,00
1979 65,17 5 11,51 1 12,15 1 7,44 0,82
72,65 / 100,00
1982 52,26 4 22,89 2 15,35 1 5,65
69,15 / 100,00
1985 52,43 5 14,66 1 20,22 1 6,98 2,64 0,41
63,45 / 100,00
1989 48,44 5 18,66 2 24,37 2 4,98 0,48
57,49 / 100,00
1993 44,40 5 21,59 2 23,67 2 4,70 0,75 1,09
58,17 / 100,00
1997 26,53 2 38,70 4 28,13 3 2,11 0,43 0,44
58,21 / 100,00
2001 15,44 1 50,58 5 26,71 3 3,47
55,61 / 100,00
2005 PPD/PSD 39,34 4 CDS–PP 4,40 3,53 47,52 5
56,71 / 100,00
2009 33,12 3 3,66 5,07 53,79 6
53,08 / 100,00
2013 24,39 3 3,67 0,68 3,98 48,63 5 10,14 1 0,36 PSD/ CDS
48,95 / 100,00
2017 30,97 3 4,04 6,81 48,52 6 3,29
49,09 / 100,00
2021 26,00 3 3,34 0,27 6,40 51,26 6 PS 4,04 2,31 1,05
48,53 / 100,00

Eleições legislativas editar

Data %
PSD CDS PS PCP UDP AD APU/

CDU

FRS PRD PSN B.E. PAN PSD
CDS
L IL CH
1976 29,72 29,13 29,11 4,36 0,94
1979 AD AD 24,22 APU 1,08 60,84 8,33
1980 FRS 0,66 62,55 7,28 23,85
1983 28,69 25,49 33,41 0,51 7,50
1985 35,73 18,78 19,97 0,90 6,89 13,39
1987 61,72 6,94 19,81 CDU 0,31 4,72 2,47
1991 57,94 8,99 24,54 3,18 0,29 1,54
1995 38,73 17,03 37,56 0,26 3,19 0,19
1999 35,28 17,80 37,03 3,76 0,15 2,71
2002 43,91 15,89 31,88 2,56 2,72
2005 33,41 13,65 37,42 3,64 6,70
2009 33,37 16,12 29,01 4,03 11,10
2011 43,33 17,02 20,45 4,37 6,08 1,23
2015 CDS PSD 26,88 4,77 11,64 1,36 45,41 0,93
2019 31,23 5,92 31,01 3,57 12,46 3,82 1,25 1,30 1,10
2022[8] 33,64 2,40 36,26 2,08 6,03 1,78 1,41 6,33 6,52

Evolução da População do Município editar

Número de habitantes [9]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011 2021
19 296 20 332 22 719 24 919 27 802 27 521 31 644 35 303 40 187 46 055 49 808 60 284 66 444 73 335 78 450 80 954

(Número de habitantes que tinham a residência oficial neste município à data em que os censos se realizaram.)

No censo de 1864 a freguesia de Nariz fazia ainda parte do concelho de Oliveira do Bairro, só passando para o de Aveiro por decreto de 04/12/1872

Por decreto de 13/01/1898 a freguesia de Ílhavo (São Salvador), deste concelho, passou a constituir o concelho de Ílhavo

Número de habitantes por Grupo Etário [10]
1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011 2021
0-14 Anos 7 899 9 260 8 598 9 346 10 216 10 938 13 840 14 830 15 389 13 491 11 899 11 431 10 491
15-24 Anos 4 671 5 097 5 074 6 239 6 948 7 703 7 220 7 665 10 617 10 992 10 588 8 551 8 409
25-64 Anos 10 392 11 464 11 304 13 068 15 599 18 038 21 471 22 215 28 334 34 421 40 267 45 202 45 042
= ou > 65 Anos 1 777 2 175 2 066 2 294 2 775 3 186 3 524 4 295 5 944 7 540 10 581 13 266 17 012

(Obs: De 1900 a 1950 os dados referem-se à população presente no município à data em que eles se realizaram Daí que se registem algumas diferenças relativamente à designada população residente)

Clima editar

Aveiro possui um clima mediterrânico do tipo Csb, ou seja, com verões amenos. Dias com mais de 30 ºC são muito raros, não chegando a 10 por ano em média, mas os verões são secos. Os invernos são amenos e chuvosos, sendo que dias abaixo de 0 ºC ocorrem ainda mais raramente, cerca de 2 por ano. Isto deve-se em parte ao efeito que a Ria de Aveiro tem no moderar das temperaturas.

Dados climatológicos para Aveiro
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 14,4 15,4 17,6 18 19,9 22,7 24,2 24,4 23,6 20,9 17,5 15,2 19,5
Temperatura média (°C) 10,2 11,3 13,2 14 16,1 18,7 20,1 20,2 19,3 16,7 13,7 11,5 15,4
Temperatura mínima média (°C) 5,9 7,3 8,9 10,1 12,3 14,8 16 16,1 15 12,5 9,9 7,9 11,4
Precipitação (mm) 111,2 85,5 46,4 89,6 89,3 27,6 11,8 17,8 56,1 110,3 129,2 131,9 906,7
Fonte: Instituto Português do Mar e da Atmosfera[11] 13 de maio de 2020

Cultura editar

Transportes editar

 
Estação de comboio, Aveiro

A Estação Ferroviária de Aveiro é o ponto focal na Linha do Norte, a uma hora do Porto e a duas horas de Lisboa. Com comboios pendulares Alfa Pendular, Intercidades (rápidos) e urbanos/suburbanos e automotoras na linha do Vouga.

A cidade está também servida por várias estradas/autoestradas e ainda um porto: o Porto de Aveiro.

Existe um serviço municipal de transportes públicos coletivos rodoviários. Em 2014, um autarca do Barreiro considerou que este é um tipo de «serviço público raro, apenas existente em cinco concelhos no país»[obs. 1]

Numa iniciativa pioneira em Portugal, pode-se ainda circular com as bicicletas BUGA (Bicicleta de Utilização Gratuita de Aveiro). Este serviço, originalmente gratuito, passou em 2023 a ser pago.[13]

Educação editar

 
Universidade de Aveiro

Ensino Básico editar

  • Escola Básica 2º e 3º Ciclos João Afonso
  • Escola Básica 2º e 3º Ciclos de Aradas
  • Escola Básica 2º e 3º Ciclos de S. Bernardo
  • Escola Básica 2º e 3º Ciclos Castro Matoso
  • Escola Básica 2º e 3º Ciclos de Cacia
  • Escola Básica Integrada de Eixo
  • Escola Artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, Aveiro
  • Colégio D. José I
  • Colégio Português

Ensino Secundário editar

  • Escola Secundária José Estêvão
  • Escola Secundária Homem Cristo
  • Escola Secundária Dr. Mário Sacramento
  • Escola Básica e Secundária Dr. Jaime Magalhães Lima
  • Escola Artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, Aveiro

Ensino Superior editar

  • Universidade de Aveiro
  • ISCAA — Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Aveiro
  • ISCIA — Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração

Ensino Profissional editar

Outros editar

  • MUSA — Escola de Música e Artes de Aveiro
  • Oficina de Música de Aveiro
  • Escola de jazz Riff
  • Fábrica — Centro Ciência Viva de Aveiro
  • Le Persil Noir — Grupo Artístico
  • Lugar dos Afetos — O Lugar dos Afetos, obra de Graça Gonçalves (escritora e médica), para além de ter no alicerce a mensagem dos seus livros, Jogos de Afetos e da Coleção Afetos, dá continuidade à Rede de Afetos que começou nas sua obras e, hoje em dia, tem cada vez mais expressão, e adesão, a nível nacional e internacional. O Lugar dos Afetos, profundamente inovador, foi pensado e construído de modo a comportar várias casas temáticas, caminhos, jardins e recantos únicos. Graça Gonçalves, a autora de todo o projeto, concebeu até os mais pequenos pormenores da arquitetura exterior e interior. Coerentemente, o mais ínfimo pormenor tem significado.

Associações patronais e sindicais editar

Desporto editar

Clubes editar

 
Estádio Municipal de Aveiro (exterior).
 
Estádio Municipal de Aveiro (interior).
  • Alavarium Andebol Clube de Aveiro
  • Associação Cultural e Desportiva — "Os Ílhavos"
  • Associação Desportiva de Taboeira
  • Associação Desportiva de Requeixo
  • Associação Recreativa Cultural da Barroca
  • Associação Recreativa e Cultural de Oliveirinha
  • Centro Atlético Póvoa Pacense — CENAP
  • Centro Desportivo de São Bernardo
  • Clube Estrela Azul
  • Clube de Ténis de Aveiro
  • Clube do Povo de Esgueira
  • Clube dos Galitos
  • Escola Gímnica de Aveiro
  • Futebol Clube Bom-Sucesso
  • Gambozinos (Clube de Ultimate e Desportos de Disco de Aveiro)
  • Grupo Desportivo Eixense
  • Rugby Universidade de Aveiro
  • Sport Clube Beira-Mar
  • Sporting Clube de Aveiro
  • Sporting Clube Vista Alegre

Gastronomia editar

Pratos e doces típicos da cidade de Aveiro:

  • Ovos moles de Aveiro;
  • Derivados de Ovos Moles: Castanhas de Ovos, Fios de Ovos e Lampreia de Ovos;
  • Bolachas Americanas e Tripas (doces);
  • Raivas;
  • Cavacas;
  • Caldeirada de Enguias;

Relações de amizade editar

Cidades geminadas editar

A cidade de Aveiro está geminada com:[14]

Cidades amigas editar

Condecorações editar

A Cidade de Aveiro foi distinguida com:

Ver também editar

Bibliografia editar

  • DIAS, Diamantino, Revista AVEIRO, Câmara Municipal de Aveiro, pp. 8, 2ª Edição, Julho de 1997.

Referências

  1. Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013 Arquivado em 9 de dezembro de 2013, no Wayback Machine. (ficheiro Excel zipado)
  2. «Conheça o seu Município». www.pordata.pt. Consultado em 29 de janeiro de 2022 
  3. Diário da República, Reorganização administrativa do território das freguesias, Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, Anexo I.
  4. Fernão Lopes, Crónica de D. João I
  5. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Cidade de Aveiro". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 22 de outubro de 2014 
  6. Antonio José, Marques da Silva (16 de janeiro de 2015). «The fable of the cod and the promised sea. About Portuguese traditions of bacalhau». UNESCO. Consultado em 3 de março de 2017 
  7. «Concelho de Aveiro : Autárquicas Resultados 2021 : Dossier : Grupo Marktest - Grupo Marktest - Estudos de Mercado, Audiências, Marketing Research, Media». www.marktest.com. Consultado em 18 de dezembro de 2021 
  8. «Eleições Legislativas 2022 - Aveiro». legislativas2022.mai.gov.pt. Consultado em 27 de novembro de 2023 
  9. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  10. INE - http://censos.ine.pt/xportal/xmain?xpid=CENSOS&xpgid=censos_quadros
  11. «Ficha Climatológica - 1971-2000 - Aveiro» (PDF). Instituto Português do Mar e da Atmosfera. Consultado em 13 de maio de 2020 
  12. Transportes Coletivos do Barreiro preocupa PS : Socialistas estão contra qualquer tipo de privatização dos TCBAgência de Notícias (2014.11.21)
  13. Miranda, Maria José Santana, Adriano (19 de junho de 2023). «Aveiro tem novas BUGAS, mas estas já não são gratuitas». PÚBLICO. Consultado em 20 de novembro de 2023. Cópia arquivada em 12 de julho de 2023 
  14. http://www.anmp.pt/anmp/pro/mun1/gem101l0.php?cod_ent=M3800
  15. a b «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Cidade de Aveiro". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 24 de maio de 2013 

Observações

  1. Braga, Aveiro, Coimbra, Portalegre, e Barreiro.[12]

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Aveiro