Rio Alviela

O Alviela é um rio português que nasce na Gruta do Alviela junto à confluência com a Ribeira dos Amiais no concelho de Alcanena, freguesia da Louriceira, atravessa as freguesias de Vaqueiros, Pernes e São Vicente do Paul até desaguar no Tejo perto de Vale de Figueira no concelho de Santarém, após percorrer os seus cerca de 51,16[1] quilómetros de comprimento.

Rio Alviela
Confluência com a Ribeira dos Amiais
Comprimento 51.16 km
Nascente Louriceira, Alcanena
Foz Tejo (Vale de Figueira)
Área da bacia 329 km²
País(es) Portugal Portugal

Aqueduto do AlvielaEditar

O Alviela, através do Aqueduto do Alviela é um dos rios que fazem parte do sistema de abastecimento de água da EPAL à cidade de Lisboa e municípios limítrofes desde 1880. A captação é feita próximo da nascente dos Olhos d'Água. Um dos troços desse aqueduto constitui o Sifão do Canal do Alviela, notável obra de engenharia situada em Sacavém, onde o aqueduto atravessa o Rio Trancão.

Este é o maior aqueduto gravítico de Portugal, com 114 quilómetros de extensão, construído para reforçar o abastecimento de água à cidade de Lisboa, trazendo-a desde Alcanena e tendo como única força motriz a gravidade[2].

AfluentesEditar

Personalidades ilustresEditar

Referências

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Rio Alviela
  Este artigo sobre Geografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.