Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cotia
uma ilustração licenciada gratuita seria bem-vinda
Localização
País
Hidrografia
Tipo
Bacia hidrográfica
Altitude da nascente
1000 m
Foz

O rio Cotia é um rio brasileiro do estado de São Paulo.

Faz parte do sistema de abastecimento denominado Alto Cotia, localizado na Região Metropolitana de São Paulo. Seguindo de sudoeste a oeste onde deságua na mais importante bacia hidrográfica do estado de São Paulo, cujo rio principal é o Tietê.

A sudoeste da Grande São Paulo encontra-se a Reserva Florestal do Morro Grande, Barragem Pedro Beicht, com uma fauna e flora exuberante.

Em direção oeste, município de Cotia, localiza-se a Cachoeira da Graça, formada pelos rio das Graças e rio Cotia.

Ao longo de seu curso, o rio apresenta belas cachoeiras até as várzeas, que exercem funções de reservatórios naturais na regularização das enchentes em épocas de chuvas, e formam os lagos e trazem de volta das aves migratórias. Próximo à bacia do rio Tietê, estas características vão mudando.

O Alto Cotia, devido às desapropriações ocorridas no início de sua operação, conta com uma ampla proteção proporcionada pela cobertura vegetal existente em toda a área do manancial.

O Baixo Cotia, por sua vez, não contou com essa proteção ambiental, havendo ocupação de suas várzeas, contaminação de suas águas e assoreamento ocasionado por diferentes formas de uso do solo e atividades humanas. Há um vasto vale onde o rio preserva ainda o cinturão meândrico e mata ciliar, contribuindo para os corredores verdes, passando pelas regiões de Fazendinha, Chácara Vale do rio Cotia, no município de Carapicuíba, e Nova Higienópolis, no município de Jandira. Nas proximidades do município de Barueri, entretanto, está totalmente degradado. O sistema Baixo Cotia produz, em média, 900 litros de água por segundo e abastece os municípios de Barueri, Jandira e Itapevi (cerca de 460 mil pessoas), situados na porção oeste da Região Metropolitana de São Paulo. [2]

Referências

  1. RELATÓRIO TÉCNICO Nº 88 219-205 , pdpa.cobrape.com.br
  2. DOSSIÊ – Sistemas Alto Cotia e Baixo Cotia. Espaço das Águas. Fundação Patrimônio Histórico da Energia e Saneamento. Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp. janeiro, 2008.


  Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.