Rio Orange

rio principal na África Austral
Orange
Rosh Pinah Orange River.jpg

O rio Orange a sul de Rosh Pinah

Orange watershed topo.png

Mapa da bacia do Orange.

Localização
Continente
País
Coordenadas
Dimensões
Comprimento
2200 km
Hidrografia
Tipo
Bacia hidrográfica
Área da bacia
973 000 km²
País(es) da
bacia hidrográfica
Nascente
Altitude da nascente
3 350 m
Afluente
principal
Lago no curso
Vanderkloof Dam Reservoir (d)
Caudal médio
800 m3/s
Foz
Oceano Atlântico
Altitude da foz
0 m
História
Estatuto patrimonial

O rio Orange (africâner e neerlandês: Oranjerivier), é o maior rio da África do Sul.[1] Foi descoberto por indígenas, mas explorado cientificamente por europeus em 1760, e deve o seu nome ao coronel Robert Gordon, da Casa de Orange. Outra hipótese para a origem do seu nome, será devido à sua cor alaranjada, pouco comum, em oposição à do rio Vaal (em africâner cinzento, opaco, sem brilho). A sua nascente é localizada nas montanhas Drakensberg no Lesoto

O Orange nasce no Lesoto, junto do monte Thaba Putsoa, a cerca de 3350 m de altitude. Segue um percurso leste-oeste, num total de 2200 km, traçando a fronteira meridional da Província do Estado Livre. O seu percurso final constitui a fronteira África do Sul-Namíbia. Desagua no oceano Atlântico junto de Alexander Bay, a meio caminho entre Walvis Bay e a Cidade do Cabo. Tem uma enorme bacia hidrográfica, que drena cerca de 973 000 km2.

O seu afluente mais destacado é o rio Vaal, que também nasce na cordilheira Drakensberg, a leste de Joanesburgo e define a fronteira entre o Transvaal e o Estado Livre, antes de se unir ao Orange a sudoeste de Kimberley. Depois da confluência com o Vaal, o Orange percorre terrenos áridos e selvagens do sul da região do Calaari e Namaqualândia. Durante os últimos 800 km recebe muitos riachos intermitentes e vários uádis. O volume de caudal reduz-se consideravelmente devido à evaporação. Na época das chuvas, o rio Orange converte-se numa imparável torrente.

A parte sul-africana da sua foz é listada como sítio Ramsar desde 1991.[2]

Referências

  1. Swanevelder, C. J. (1981), Utilising South Africa's largest river: The physiographic background to the Orange River scheme, GeoJournal vol 2 supp 2 pg 29-40
  2. Ramsar.org. «Orange River Mouth». Consultado em 24 de março de 2021 
  Este artigo sobre geografia da África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.