Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Uma criança rindo.
Dia Nacional do Riso: 6 de Novembro

Riso[1] ou sorriso[2] é uma expressão facial decorrente da contração dos músculos das extremidades da boca.[3]

Está presente nos diversos aspectos do comportamento humano:

  • No campo psicológico-afetivo, pode ser provocado por um sentimento íntimo de alegria, de felicidade, de satisfação ou prazer. É uma reação involuntária;
  • No campo linguístico, pode ser provocado por uma piada ou outro recurso humorístico. É uma reação involuntária;
  • No campo sócio-cultural, pode ser uma ação voluntária do indivíduo, com o objetivo de expressar algum sentimento ou opinião dentro de um determinado grupo;
  • No campo fisiológico, é uma reação involuntária. Pode ser provocado por uma ação mecânica (cócegas, por exemplo), por processos biológicos (feridas em fase final de cicatrização, por exemplo), ou ainda pelo consumo de alguma droga.

Neste último caso, um método bastante conhecido é a inalação de óxido nitroso, que não exatamente provoca a sensação de riso no indivíduo, mas causa uma contração involuntária dos músculos faciais. Outro método é o consumo da Cannabis, que pode induzir episódios de riso intenso. Esta segunda forma de riso por vezes pode levar às lágrimas ou mesmo a uma dor muscular moderada.

O riso é uma parte do comportamento humano e é regulado pelo cérebro. Ele ajuda os seres humanos a indicar mais claramente suas intenções, durante interações sociais, e provê um contexto emocional para a comunicação. Pode ser utilizado por um grupo social para sinalizar aceitação e reações positivas com outros indivíduos. Um sorriso de Duchenne envolve a contração do músculo zigomático principal (que eleva os cantos da boca) e do músculo orbicular do olho (que aumenta as bochechas e forma os pés de galinha ao redor dos olhos). O sorriso de Duchenne foi descrito como "smizing", como em "sorrindo com os olhos".

O riso é por vezes "contagioso": a risada de uma pessoa pode provocar riso nos demais. Um exemplo extremo disto é o caso de riso epidêmico ocorrido em Tanganica.

O estudo do humor, do riso e de seus efeitos psicológicos e fisiológicos no corpo humano é denominado gelotologia.

O simples ato de sorrir mobiliza diversos músculos faciais, denominados músculos da mímica facial:

Aspectos culturaisEditar

Embora o riso seja comumente interpretado como uma manifestação universal de alegria entre os seres humanos, numa comunidade nativa das Ilhas Trobriand, é interpretado como um convite de cunho sexual.[4]


 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Riso
 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Riso

Referências

  1. "Riso" em Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Acesso em 13/01/2011.
  2. "Sorriso" em Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Acesso em 13/01/2011.
  3. FREITAS-MAGALHÃES, A., & CASTRO, E. (2009). The Neuropsychophysiological Construction of the Human Smile. In A. Freitas-Magalhães (Ed.), Emotional Expression: The Brain and The Face (págs. 1-18). Porto: University Fernando Pessoa Press. ISBN 978-989-643-034-4.
  4. Manuel Ansede (16 de agosto de 2016). «Um povo para o qual sorriso não é igual à alegria». El País. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.