Abrir menu principal

VidaEditar

Robertus Henricus Dijkgraaf nasceu em 24 de janeiro de 1960 em Ridderkerk, Países Baixos. Mora em Princeton. Dijkgraaf é casado com a escritora Pia de Jong, com quem tem três filhos.[1]

Em 1 de julho de 2012 tornou-se diretor do Instituto de Estudos Avançados de Princeton. Nesta mesma data deixou de ser presidente da Academia Real das Artes e Ciências dos Países Baixos.

Prêmios e honrariasEditar

Dijkgraaf recebeu o Prêmio Spinoza de 2003. Nesta ocasião tornou-se o primeiro recipiente do prêmio que teve orientador de doutorado também recipiente deste prêmio (Gerardus 't Hooft recebeu o primeiro Prêmio Spinoza em 1995).

Dijkgraaf é membro da Academia Real das Artes e Ciências dos Países Baixos desde 2003.[2]

Em 2012 tornou-se fellow da American Mathematical Society.[3]

Foi palestrante convidado do Congresso Internacional de Matemáticos em Berlim (1998: The mathematics of Fivebranes).

ObrasEditar

  • 2010: Blikwisselingen (Changes of view)
  • 2012: Het nut van nutteloos onderzoek (The usefulness of useless research)

Referências

  1. «Robbert Dijkgraaf long biography». Robbert Dijkgraaf. Consultado em 4 de dezembro de 2015 
  2. «Robbert Dijkgraaf». Royal Netherlands Academy of Arts and Sciences. Consultado em 4 de dezembro de 2015 
  3. List of Fellows of the American Mathematical Society, acessado em 4 de dezembro de 2015.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Robbert Dijkgraaf