Rosário Farâni Mansur Guérios

Rosário Farâni Mansur Guérios (Curitiba, 10 de setembro de 1907 – Curitiba, 31 de agosto de 1987) foi um linguista brasileiro.[1]

Rosário Farâni Mansur Guérios
Nascimento 10 de setembro de 1907
Curitiba
Morte 31 de agosto de 1987
Curitiba
Cidadania Brasil
Ocupação lexicógrafo, linguista, professor universitário, romanista

Vida e obraEditar

Foi membro da Academia Paranaense de Letras (cadeira 39) e da Academia Brasileira de Filologia.

ObrasEditar

  • Pontos de Gramática Histórica Portuguesa, São Paulo 1937
  • Pontos de Método da Fonética Histórica, Curitiba 1939
  • Estudos sobre a língua caingangue. Notas histórico-comparativas. Dialeto de Palmas e dialeto de Tibagí, Paraná, in: Arquivos do Museu Paranaense 2,1942, p. 97–178
  • Português Ginasial, São Paulo 1944
  • Estudos sobre a língua Camacã, in: Arquivos do Museu Paranaense 4, 1945, p. 291–320
  • Português Colegial, São Paulo 1947
  • Dicionário das tribos e línguas indígenas da América meridional, 2 Volumes, A-Cax, Curitiba 1948–1949
  • Dicionário etimológico de nomes e sobrenomes, Curitiba 1949, São Paulo 1973, 1981
  • Tabus lingüísticos, Rio de Janeiro/São Paulo 1956, 1979 (ursprünglich ab 1942 fortlaufend in Zeitschriften)
  • A nomenclatura gramatical brasileira definida e exemplificada, São Paulo 1960
  • Dicionário Cultural da Língua Portuguesa, 4 Bde., Curitiba 1967 (prefácio de Bento Munhoz da Rocha)
  • Dicionário de etimologias da língua portuguesa, São Paulo 1979 (206 páginas)

BibliografiaEditar

  • Revista Letras 28, 1979
  • João Alves Pereira Penha, Filólogos brasileiros. Franca 2002, (1907–1987), p. 109–114

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.