Rui Vasques Pereira

nobre português

D. Rui Vasques Pereira foi um nobre e Cavaleiro do Reino de Portugal. Foi cavaleiro vassalo do rei D. Afonso IV de Portugal, com referências em 1355. Foi detentor do senhorio de Castelo de Paiva e de Baltar.

Rui Vasques Pereira
Cidadania Reino de Portugal
Progenitores
Cônjuge Maria Gonçalves de Berredo
Filho(s) João Rodrigues Pereira, senhor de Paiva
Ocupação terratenente

Encontra-se documentado desde 1339, altura em que começam a surgir documentos com o seu nome. Foi também herdeiro das terras de seu pai em Riba de Vizela, termos da cidade de Guimarães, onde fez a sede da sua casa senhorial.

Assim como D. Pedro I coutou-lhe o lugar de Lamegal, no termo de Pinhel, tal como o tinham tido os avós paternos da sua mulher[1].

Devido a se ter negado a beijar a mão da rainha D. Leonor Teles no Porto recolhei-se em Chaves onde foi degolado, por ordem real[2].


Relações familiaresEditar

Foi filho de D. Vasco Gonçalves de Pereira e de Inês Lourenço da Cunha, filha de Lourenço Martins da Cunha[3].

Casou com D. Maria Gonçalves de Berredo (?– 1387) filha herdeira[4] de Gonçalo Anes de Briteiros (?- 1329) e de Sancha Perez de Gusmão, de quem teve:

  1. João Rodrigues Pereira, senhor de Paiva foi senhor de Castelo de Paiva, de Baltar e de Cabeceiras de Basto casou com Maria da Silva filha de Rui Mendes de Vasconcelos, que foi senhor de Figueiró e Pedrogão e de Constança Álvares;
  2. D. Joane Mendes Pereira;
  3. D. Senhorinha Rodrigues Pereira;
  4. D. Constança Rodrigues Pereira, casada com Gonçalo Garcia de Figueiredo filho de Fernão Rodrigues de Figueiredo (1295 -?) e de Leonor Rodrigues de Figueiredo (1299 -?).

Fora do casamento teve:

  1. D. Inês Rodrigues Pereira, que foi casada por duas vezes, a primeira com Martim Rodrigues de Novais e a segunda com Rodrigo Anes de Araújo.

Referências

  1. Linhagens Medievais Portuguesas: genealogias e estratégias 1279-1325, por José Augusto de Sotto Mayor Pizarro, Porto, 1997, volume II, pág, 896 - repositorio-aberto.up.pt
  2. Siqueiras e Pereiras, por Mário Acúrcio Teixeira de Vasconcelos, Município de Arcos de Valdevez, Junho de 2012. pág. 89
  3. Siqueiras e Pereiras, por Mário Acúrcio Teixeira de Vasconcelos, Município de Arcos de Valdevez, Junho de 2012. pág. 89, notas 174 e 175
  4. Siqueiras e Pereiras, por Mário Acúrcio Teixeira de Vasconcelos, Município de Arcos de Valdevez, Junho de 2012. pág. 89

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • José Augusto de Sotto Mayor Pizarro, Linhagens Medievais Portuguesas - 3 vols, Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 1999. vol. 2-pg. 305.
  • José Augusto Sotto Mayor Pizarro, Os Patronos do Mosteiro de Grijó, Carvalhos de Basto, 1ª Edição, Ponte de Lima, 1995. pag 132.
  • Manuel José da Costa Felgueiras Gaio, Nobiliário das Famílias de Portugal, Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1989. vol. III-pg. 87 (Briteiros) e vol. VIII-pg. 189 (Pereiras).