S&M (álbum)

S&M (abreviatura para Symphony & Metallica) é um álbum ao vivo da banda americana de Thrash Metal Metallica, com a Orquestra Sinfônica de San Francisco conduzida pelo maestro Michael Kamen. Ele foi gravado entre os dias 21 e 22 de abril de 1999, no The Berkeley Community Theatre.

S&M
Álbum ao vivo de Metallica
Lançamento 23 de novembro de 1999
Gravação 21 e 22 de abril de 1999
Gênero(s) Heavy metal, thrash metal, Metal Sinfônico,Hard Rock
Duração 1:04:53 (disco 1)
1:08:48 (disco 2)
Produção Bob Rock
James Hetfield
Lars Ulrich
Michael Kamen
Certificação Platina ABPD [1]
Cronologia de Metallica
Reload
(1997)
St. Anger
(2003)

Trata-se do último álbum do Metallica com Jason Newsted na posição de baixista da banda.

Informações sobre o álbumEditar

O S&M contém performances de músicas do Metallica com acompanhamento adicional sinfônico, composto por Michael Kamen, que também conduziu a orquestra durante o show. A ideia de combinar Heavy Metal com uma abordagem épica e clássica, como James Hetfield tem declarado repetidamente,[1][2] foi uma ideia de Cliff Burton. O amor de Burton por música clássica, especialmente sobre Johann Sebastian Bach, pode ser observado em muitas partes instrumentais e características melódicas na composição musical da banda, incluindo músicas de Ride the Lightning e Master of Puppets.[3] Kamen, que arranjou e conduziu as faixas orquestrais de fundo para a versão de estúdio de "Nothing Else Matters", encontrou a banda no show de 1992 para a premiação do Grammy pela primeira vez, e depois de ouvir a "versão de elevador" da música, sugeriu à banda se apresentar com uma orquestra inteira; a banda, no entanto, só aceitaria a proposta sete anos depois.[6] A banda favorita de Lars Ulrich, o Deep Purple, que ele induziu contentemente ao Hall da Fama do Rock and Roll em 2016, é notado por ter iniciado este tipo de abordagem há 30 anos, em Concerto for Group and Orchestra (1969).

Além das músicas dos álbuns já lançados, que alcançariam de Ride the Lightning ao ReLoad, haveria ainda duas novas composições: "No Leaf Clover" e "—Human". A música utilizada pelo Metallica como tema de entrada no palco, "The Ecstasy of Gold", composta por Ennio Morricone, foi executada ao vivo pela orquestra. Desde então, "No Leaf Clover" tem sido executada pela banda ao vivo, usando uma gravação do prelúdio orquestral.

Mudanças foram feitas às letras de algumas músicas. Trata-se principalmente da remoção do segundo verso e refrão de "The Thing That Should Not Be", substituídos pelo terceiro verso em seu lugar.

O "S", do logotipo do álbum estilizado na capa do mesmo, é uma clave de sol girada por 180º horizontalmente. O "M" é obtido do logotipo da banda.

O kit de bateria que Ulrich utilizou no álbum hoje reside numa loja da Guitar Center, em San Francisco.

Recepção críticaEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic       [4]
Rolling Stone       [5]
Q       [6]
Spin 8/10 [6]
Entertainment Weekly B [7][6]
  Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

A crítica se posicionou a partir de S&M com avaliações mistas para positivas.

  • Rolling Stone (20 de janeiro de 2000, páginas 57 a 59) - 3 de 5 estrelas - "...cria a sala de recreação mais lotada, o porão mais barulhento do Rock... (em sua) pura grandiosidade ... a performance ao vivo foi bem-sucedida... os números monstruosos se beneficiam do engrandecimento. O efeito está mais para a atemporalidade..."[8]
  • Spin (fevereiro de 2000, páginas 114-115) - 8 de 10 estrelas - "...transforma seu tempo e dinâmicas de texturas... em um tópico dentro e fora de si mesmo, uma evocação profunda de sensações assustadoras típicas de vodu negativo culminando em 'One' e em 'Enter Sandman'... liberado de extremismo sobre-humano ritualizado, ele cria uma trilha sonora para a vida cotidiana."[9]
  • Entertainment Weekly (3 de dezembro de 1999, p. 102) - "Apoiado por cordas sombrias, chifres rangentes e tímpanos e bases trovejantes... rastejam com uma nova dimensão temerosa, como uma gravura antiga de Posada ganhando vida." - Avaliação: B[10]
  • Q (fevereiro de 2000, página 86) - 3 de 5 estrelas - "...Outro flerte perdoável com a loucura típica do 'Spinal Tap'... um belo LP ao vivo com fortes explosões aparafusadas da Orquestra de San Francisco.... As trilhas de Michael Kamen escapam e planam com um impressionante presságio por toda parte."[9]
  • CMJ (20 de dezembro de 1999, p. 24) - "...incríveis....traduções orquestrais dos hits da vitrine noventista da banda."[9]
  • S&M foi incluído no livro 1001 álbuns que você deve ouvir antes de morrer.
  • A NME colocou o álbum na 48ª posição em sua lista de 50 maiores álbuns ao vivo.
  • A revista Metal Hammer o elegeu em 2020 como um dos 20 melhores álbuns de metal de 1999.[11]

PremiaçõesEditar

Ano Vencedor Categoria
1999 S&M Metal Edge Readers' Choice Award para o álbum de compilação do ano[12]
2000 S&M ARTIST Direct Online Music Award for Favorite Turn-It-Up-Loud CD[13]
2000 S&M California Music Award por Arthur M. Sohcot Award por excelência
2001 "The Call of Ktulu" Grammy de melhor performance instrumental no Rock

Performance comercialEditar

O álbum S&M vendeu 300 mil unidades apenas na primeira semana de lançamento,[14] e seguiu vendendo um total de 2.5 milhões de cópias. Até 2003, o álbum foi certificado cinco vezes como platina;[15] e até agosto de 2013, eram mais de 8 milhões de cópias.

S&M2Editar

Após a morte de Kamen, em 2003, o Metallica não revisitou o conceito S&M em qualquer outra performance ou trabalho gravado. Somente em 18 de março de 2019 a banda anunciou que fariam um novo show com a Orquestra Sinfônica de San Francisco no Chase Center, em 6 de setembro daquele mesmo ano, para comemorar o vigésimo ano de lançamento com um show único, liderado por Michael Tilson Thomas como diretor musical. Mais tarde, eles adicionaram um novo show em 8 de setembro.

Os shows incluíram muitas das músicas do álbum de 1999, assim como versões de músicas que foram lançadas desde então. Em agosto, foi anunciado que um filme dos shows receberia um lançamento limitado nos cinemas do mundo todo.[16] O espetáculo teve público restrito e arrecadou 5.5 milhões de dólares.[17] Em agosto de 2020, a banda lançaria as duas performances como um só álbum, vídeo e Box Set denominado de S&M2.[18][19]

FaixasEditar

Disco 1Editar

TítuloCompositor(es) Duração
1. "The Ecstasy of Gold"  Ennio Morricone 2:31
2. "The Call of Ktulu"  James Hetfield, Lars Ulrich, Cliff Burton, Dave Mustaine 9:34
3. "Master of Puppets"  Hetfield, Ulrich, Burton, Kirk Hammett 8:55
4. "Of Wolf and Man"  Hetfield, Ulrich, Hammett 4:19
5. "The Thing That Should Not Be"  Hetfield, Ulrich, Hammett 7:27
6. "Fuel"  Hetfield, Ulrich, Hammett 4:36
7. "The Memory Remains"  Hetfield, Ulrich 4:42
8. "No Leaf Clover"  Hetfield, Ulrich 5:43
9. "Hero of the Day"  Hetfield, Ulrich, Hammett 4:45
10. "Devil's Dance"  Hetfield, Ulrich 5:26
11. "Bleeding Me"  Hetfield, Ulrich, Hammett 9:02
Duração total:
67:00

Disco 2Editar

TítuloCompositor(es) Duração
1. "Nothing Else Matters"  Hetfield, Ulrich 6:47
2. "Until It Sleeps"  Hetfield, Ulrich 4:30
3. "For Whom the Bell Tolls"  Hetfield, Ulrich, Burton 4:52
4. "Minus Human (Nothing Else Matters 99 B-side)"  Hetfield, Ulrich 4:20
5. "Wherever I May Roam"  Hetfield, Ulrich 7:02
6. "The Outlaw Torn"  Hetfield, Ulrich 9:59
7. "Sad but True"  Hetfield, Ulrich 5:46
8. "One"  Hetfield, Ulrich 7:53
9. "Enter Sandman"  Hetfield, Ulrich, Hammett 7:39
10. "Battery"  Hetfield, Ulrich 7:25
Duração total:
67:38

SinglesEditar

  • "Nothing Else Matters"
  • "No Leaf Clover"
  • "Minus Human"
  • "Hero Of The Day"

CréditosEditar

A bandaEditar

Equipe técnicaEditar

  • Bob Rock, James Hetfield, Lars Ulrich e Michael Kamen - produção
  • Bob Rock, Randy Staub - gravação
  • Stephen P McLaughlin - gravação de orquestra
  • John Vrtacic - assistência técnica
  • Randy Staub - mixagem
  • Stephen P McLaughlin, James Brett, Kent Matcke, Darren Grahn, Leff Leffertz e Billy Konkel - assistência
  • Mike Gillies, Darren Grahn, Paul DeCarli e Billy Bowers - edição
  • Michael Price e James Brett com Blake Neely - preparação das composições
  • Michael Kamen com Bob Elhai, Brad Warnaar, Blake Neely, Geoff Aleoander Chris Boardman, Broco Babcock, Ted Allen, Pete Anthony e Jonathan Sacks - orquestra
  • George Marino no Sterling Sound - masterização
  • Andie Airfix no Satori - arte do álbum
  • Anton Corbijn - fotos
  • Micheal Kamen: Robert Urband - direção

Integrantes da orquestraEditar

Violinos Principais

Jeremy Constant (Concertmaster), Melissa Kleinbart, Naomi Kazama, Victor Romasevich, Diane Nicholeris, Florin Parvulescu, Yukiko Kurakata, Kelly Leon-Pearce, Rudolph Kremer, Connie Gantsweg, Catherine Down, Philip Santos

Violinos Secundários

Paul Brancato (Principal), Chumming Mo Kobialka, Kum Mo Kim, Enrique Bocedi, Michael Gerling, Yasuko Hattori, Frances Jeffrey, Bruce Freifeld, Daniel Kobialka, Daniel Banner

Violas

Geraldine Walther (Principal), Yun Jie Liu, Doo Ehrlich, Gina Feinauer, David Gaudry, Christina King, Seth Mausner, Nanci Severance

Violoncelos

David Teie (Principal), Barara Bogatin, Jill Rachuy Brindel, David Goldblatt, Anne Pinsker, Peter Shelton, Judiyaba, Richard Andaya

Baixos

Larry Epstein (Principal), Stephen Tramontozzi, William Ritchen, Chris Giibert, S. Mark Wright, Charles Chandier

Flautas

Paul Renzi (Principal), Linda Lukas, Catherine Payne

Oboés

Eugene Izotov (Principal), Pamela Smith, Julie Ann Giacobassi

Clarinetas

Luis Beez (Principal),Sheryl Renk, Anthony Striplen

Fagotes

Stephen Paulson (Principal), Rob Weir, Steven Braunstein

Trompa

Robert Ward (Principal), Bruce Roberts, Jonathan Ring, Douglas Hull, Jim Smesler, Eric Achen, Joshua Garrett

Trompetes

Glenn Fischthal (Principal), Craig Morris, Chris Bogios, Andrew McCandless

Trombones

Paul Welcomer (Principal), Tom Hornig, Jeffrey Budin, John Engelkes

Tuba

Pener Wahrhaftig

Harpa

Douglas Rioth

Timbale

David Herbert

Percussão

Raymond Froehlich (Principal), Anthony J. Cirone, Tom Hemphill, Arnie Storch

Teclados

Marc Shapiro

CertificaçãoEditar

CDEditar

Performance nas Paradas MusicaisEditar

ÁlbumEditar

SinglesEditar

Ano Single Parada Musical Posição
1999 "No Leaf Clover"   Mainstream Rock Tracks[48] 1
  Modern Rock Tracks[48] 18
2000   Billboard Hot 100[48][49] 74
  ARIA Charts[38] 41
  Media Control Charts[38] 40
  VG-lista[38] 9
  MegaCharts[38] 41
  Sverigetopplistan[38] 50
  Swiss Music Charts[38] 99
2007 "The Ecstasy of Gold"   Billboard Hot Mainstream Rock Tracks[48] 21

Referências

  1. «Metallica: James Hetfield Talks On Cliff Burton's Influence». www.ultimate-guitar.com (em inglês). Consultado em 23 de julho de 2020 
  2. «metpage.org - The Metallica Info for Metallica Fans - Metallica News». www.metpage.org. Consultado em 23 de julho de 2020 
  3. Michael Custodis, capítulo Film Music in Concert: Metallica mit Michael Kamen, em: Klassische Musik heute. Eine Spurensuche in der Rockmusik, Bielefeld transcript-Verlag 2009 ISBN 978-3-8376-1249-3
  4. «Avaliação no Allmusic» 
  5. Avaliação na Rolling Stone
  6. a b c «CD Universe» 
  7. Lanham, Tom (3 de dezembro de 1999). «S&M». Entertainment Weekly: 102. Consultado em 17 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 30 de maio de 2008 
  8. Berger, Arion; Berger, Arion (20 de janeiro de 2000). «S&M». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 23 de julho de 2020 
  9. a b c «Metallica - S&M CD Album». www.cduniverse.com. Consultado em 23 de julho de 2020 
  10. «S&M | Music Review | Entertainment Weekly». web.archive.org. 30 de maio de 2008. Consultado em 23 de julho de 2020 
  11. «The Top 20 best metal albums of 1999». Metal Hammer (em inglês). Future plc. 21 de janeiro de 2021. Consultado em 13 de março de 2021 
  12. Metal Edge, julho de 2000
  13. https://www.metallica.com/blog/timeline/354396/band-wins-artist-direct-online-music-awards
  14. Inc, Nielsen Business Media (21 de junho de 2003). Billboard (em inglês). [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. 
  15. «Gold & Platinum». RIAA (em inglês). Consultado em 23 de julho de 2020 
  16. DiVita, Joe. «Metallica's 'S&M2' Concert to Screen at 3,000 Theaters for One Night». Loudwire (em inglês). Consultado em 23 de julho de 2020 
  17. Rolli, Bryan. «Metallica Smashes Global Box Office Record With 'S&M²'». Forbes (em inglês). Consultado em 23 de julho de 2020 
  18. Grow, Kory; Grow, Kory (11 de junho de 2020). «Metallica's Lars Ulrich Teases 'S&M2' Box Set on Kimmel». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 23 de julho de 2020 
  19. «Metallica announce 'S&M2' live album and concert film release». NME Music News, Reviews, Videos, Galleries, Tickets and Blogs | NME.COM (em inglês). 15 de julho de 2020. Consultado em 23 de julho de 2020 
  20. «aria.com.au/» 
  21. a b ifpi.at/
  22. «musiccanada.com/» 
  23. ifpi.fi/
  24. «snepmusique.com/». Consultado em 18 de maio de 2013. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2012 
  25. musikindustrie.de/
  26. «radioscope.net.nz/» 
  27. «zpav.pl/». Consultado em 18 de maio de 2013. Arquivado do original em 10 de abril de 2013 
  28. «swisscharts.com/» 
  29. a b riaa.com/
  30. «ifpi.org/» 
  31. aria.com.au/
  32. «abpd.org.br/» 
  33. Top 100 Longplay (em alemão). Charts.de. Media Control. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  34. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em inglês). Australiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  35. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em francês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  36. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em inglês). Finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  37. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em francês). Lescharts.com. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  38. a b c d e f g «Metallica with Michael Kamen conducting the San Francisco Symphony Orchestra - S&M» (em inglês). swisscharts.com. Consultado em 24 de março de 2013  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Charts" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  39. Charts.nz – Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em inglês). Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  40. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  41. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  42. Official Albums Chart Top 100 (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  43. Metallica Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Metallica. Prometheus Global Media. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  44. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra - S&M (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  45. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  46. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  47. Metallica with Michael Kamen Conducting the San Francisco Symphony Orchestra – S&M (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 26 de fevereiro de 2013.
  48. a b c d «allmusic.com/» 
  49. billboard.com/ Billboard Hot 100
  Este artigo sobre um álbum do Metallica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.