Abrir menu principal

São Gonçalo do Rio das Pedras

distrito do município brasileiro de Serro
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
São Gonçalo do Rio das Pedras
  Distrito do Brasil  
Largo Felix Antônio, em São Gonçalo do Rio das Pedras
Largo Felix Antônio, em São Gonçalo do Rio das Pedras
Coordenadas 18° 24' 54.00" S 43° 29' 43.00" O
Estado Minas Gerais
Município Serro
Criado em 11 de julho de 1857[1]
Área
- Total 288,67 km²[1]
População (2010)
 - Total 1 479[2]
    • Densidade 5.62[2] hab./km²

São Gonçalo do Rio das Pedras é um distrito de Serro (Minas Gerais), situado no alto Jequitinhonha, lugar paradisiaco, de arquitetura colonial, com acesso por estradas de terra, existem várias opções de hospedagem, como a primeira pousada criada na cidade, o Refúgio dos Cinco Amigos, Pousada do Capão, Pousada do Pequi, Pousada Fundo de Quintal e a Pousada Mirante do Vale. Com a presença de cachoeiras nas cercanias e o horizonte rochoso da Serra do Espinhaço, é um lugar para descanso e contemplação.[1]

Lenda de São GonçaloEditar

Conta-se que há muito tempo atrás duas crianças brincavam em uma goiabeira onde está hoje a Matriz de São Gonçalo do Rio das Pedras. Ao decorrer da brincadeira, as crianças encontraram uma imagem. Seus pais, ao verem aquela imagem, perceberam que era a de um santo. Como não existia nenhuma igreja no povoado, levaram-na em romaria para outro local mais perto, Milho Verde, onde havia uma capela. Mas o Santo pareceu nao ter gostado nada da ideia e voltou para o mesmo lugar embaixo da goiabeira. No outro dia, as crianças voltaram a encontrar a imagem no mesmo local. Apavorados, chamaram seu pais. Eles ficaram impressionados ao verem o santo no mesmo lugar de antes. Novamente reuniram-se em romaria e levaram a imagem ao Milho Verde. Em sua caminhada, os romeiros perceberam as pegadas pequenas que havia na estrada e que sugeriam serem do próprio santo. Percebendo o acontecido, decidiram respeitar a vontade do santo, trazendo-o de volta e construindo a igreja Matriz de São Gonçalo no local de sua aparição.[carece de fontes?]

Referências

  1. a b c «Relação de 1727 Distritos de Minas Gerais, sendo 853 Distritos Sedes Municipais». Fundação João Pinheiro. Junho de 2017. Consultado em 8 de março de 2019. Cópia arquivada em 10 de agosto de 2017 
  2. a b «Sinopse dos dados - Setor: 316710325000001». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 8 de março de 2019. Cópia arquivada em 8 de março de 2019 
  Este artigo sobre Geografia de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.