São José das Laranjeiras

distrito do município de Maracaí

São José das Laranjeiras é um distrito do município brasileiro de Maracaí, no interior do estado de São Paulo[1][2].

São José das Laranjeiras
  Distrito do Brasil  
Localização
Mapa
Mapa de São José das Laranjeiras
Coordenadas 22° 40' 23" S 50° 51' 45" O
Estado  São Paulo
Município Maracaí
História
Criado em 18 de fevereiro de 1959 (65 anos)
Características geográficas
Área total 189,964 km²
População total (2010) 751 hab.

História

editar

Origem

editar

O povoado de Laranjeiras, que deu origem ao distrito, se desenvolveu ao redor da igreja inaugurada em 17/05/1925[3].

Formação administrativa

editar
  • Distrito criado pela Lei n° 5.285 de 18/02/1959, com sede no povoado de Laranjeiras e com território desmembrado do distrito da sede do município de Maracaí e do distrito de Cruzália[4][5].

Geografia

editar

Demografia

editar

População urbana

editar
Crescimento população urbana
Censo Pop.
1960208
1970181−13,0%
198025943,1%
199133429,0%
200048745,8%
2010385−20,9%
Fonte: IBGE e Fundação SEADE

População total

editar

Pelo Censo 2010 (IBGE) a população total do distrito era de 751 habitantes[6].

Área territorial

editar

A área territorial do distrito é de 189,964 km²[7].

Rodovias

editar

O principal acesso ao distrito é a Rodovia Miguel Lamb (SP-437)[8].

Serviços públicos

editar
 
Aspecto local.

Registro civil

editar

Atualmente é feito na sede do município, pois o Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais do distrito foi extinto pela Resolução nº 1 de 29/12/1971 do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e seu acervo foi recolhido ao cartório do distrito sede[9][10].

Saneamento

editar

O serviço de abastecimento de água é feito pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP)[11][12].

Energia

editar

A responsável pelo abastecimento de energia elétrica é a Energisa Sul-Sudeste, antiga Vale Paranapanema (distribuidora do grupo Rede Energia)[13][14].

Telecomunicações

editar

O distrito era atendido pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que inaugurou a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi vendida para a Telefônica, que em 2012 adotou a marca Vivo para suas operações[15].

Cultura

editar

Colônia Riograndense

editar
 
Vista aérea da Colônia Riograndense (Igreja Luterana).

A Colônia Riograndense de Maracaí, instalada no distrito de São José das Laranjeiras, é originalmente composta por famílias de origem alemã que já estavam no Brasil e se mudaram para a região, e imigrantes vindos da Alemanha, Áustria e Suíça[16].

Foi fundada em 1922, nos arredores de uma Igreja Luterana, e é, portanto, mais antiga que o próprio distrito. Tinha como língua comum o alemão, falado em diversos dialetos de acordo com a origem de cada família. Como a religião predominante era a Luterana, as tradições foram preservadas por meio dos cultos religiosos e de outras comemorações, como o Dia da Reforma Protestante[17][18].

Além disso, os imigrantes mantinham viva sua língua, suas práticas culturais e escolares, tanto que muitos habitantes da colônia aprenderam o idioma alemão antes do português[19].

A colônia tinha um grupo de danças folclóricas chamado “Goldener Sonnenschein", corais, conjuntos musicais e apresentações teatrais em alemão, além da tradicional festa do chopp, a Oktoberfest. Já a Cooperativa Riograndense, fundada em 1939, foi outra forma de integração da colônia[18].

Hoje a influência alemã ainda pode ser vista na arquitetura, no idioma, que ainda é falado por muitos habitantes, nas festas típicas da Igreja Luterana e na tradicional festa da Costela no Chão. Nos arredores da Igreja Luterana está situado um cemitério onde estão enterrados os pioneiros da colônia[18].

Religião

editar
 
Memorial na Colônia Riograndense.

O Cristianismo se faz presente no distrito da seguinte forma:[20]

Igreja Católica

editar

Igrejas Evangélicas

editar

Ver também

editar

Referências

  1. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  2. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  3. a b «PARÓQUIA SÃO JOSÉ - SÃO JOSÉ DAS LARANJEIRAS/SP». Diocese de Assis. Consultado em 28 de março de 2021 
  4. «Comissão de Divisão Administrativa e Judiciária - Relação Geral de Processos - 1958» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  5. «Lei n° 5.285, de 18/02/1959». www.al.sp.gov.br. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  6. «IBGE | Censo 2010 | Sinopse por Setores». censo2010.ibge.gov.br. Consultado em 7 de março de 2021 
  7. «Organização do território | IBGE». www.ibge.gov.br. Consultado em 7 de março de 2021 
  8. «DER/SP: Mapas» (PDF). www.der.sp.gov.br. Consultado em 21 de outubro de 2022 
  9. «Resolução nº 1, de 29/12/1971» (PDF). www.imprensaoficial.com.br. Consultado em 7 de março de 2021 
  10. «Arpen-SP disponibiliza cadastro estadual de acervos anexados e lista de localização de antigos municípios - 13/04/2008». ARPEN-SP. Consultado em 7 de março de 2021 
  11. «Sabesp » Sistemas de Abastecimento» (PDF). site.sabesp.com.br. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  12. «Sabesp » Área de Atuação» (PDF). site.sabesp.com.br. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  13. «Vale Paranapanema». grupoenergisa.com.br. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  14. «Arsesp - Mapa de Concessionárias». www.arsesp.sp.gov.br. Consultado em 20 de fevereiro de 2022 
  15. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  16. «Tecendo destinos: a inserção de imigrantes alemães e seus descendentes na Colônia riograndense – Maracaí/SP - (1950-1990)». www.dominiopublico.gov.br. Consultado em 21 de outubro de 2022 
  17. Braun, Lídia Baumgarten (10 de agosto de 2011). «A Igreja Luterana e as escolas na Colônia Riograndense-Maracaí/SP: desvendando novos caminhos». Revista Territórios e Fronteiras (1): 210–242. ISSN 1984-9036. doi:10.22228/rt-f.v4i1.96. Consultado em 21 de outubro de 2022 
  18. a b c «Colônia Alemã». Prefeitura de Maracaí - SP. Consultado em 21 de outubro de 2022 
  19. «Trajetória educacional dos imigrantes alemães no interior do Estado de São Paulo - VAROLO (HE) - Resenha Crítica». 1 de julho de 2017. Consultado em 21 de outubro de 2022 
  20. O termo "cristão" (em grego Χριστιανός, transl Christianós) foi usado pela primeira vez para se referir aos discípulos de Jesus Cristo na cidade de Antioquia (Atos cap. 11, vers. 26), por volta de 44 d.C., significando "seguidores de Cristo". O primeiro registro do uso do termo "cristianismo" (em grego Χριστιανισμός, Christianismós) foi feito por Inácio de Antioquia, por volta do ano 100. Tyndale Bible Dictionary, pp. 266, 828
  21. Luteranos, Portal. «Comunidade Colônia Riograndense». Portal Luteranos. Consultado em 21 de outubro de 2022 
  22. Luteranos, Portal. «Portal Luteranos | 70 anos da OASE da Colônia Riograndense - Assis - SP». Portal Luteranos. Consultado em 21 de outubro de 2022 
  23. «Localidade - Congregação Cristã no Brasil». congregacaocristanobrasil.org.br. Consultado em 21 de outubro de 2022 

Ligações externas

editar
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre São José das Laranjeiras
  Este artigo sobre um distrito ou povoado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.