Abrir menu principal
Silvio Redinger (Redi)
Informação geral
Nome completo Silvio Redinger
Nascimento 1939
Origem Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Morte 14 de fevereiro de 2004

Silvio Redinger (Rio de Janeiro, c. 193914 de fevereiro de 2004) foi um cartunista e ilustrador brasileiro. Assinava-se Redi.[1]

BiografiaEditar

Já em 1958, com apenas 18 anos de idade, trabalhando na Bloch Editores, produzia a contracapa da revista Manchete Esportiva[2] Publicou cartuns no Pasquim e na Última Hora. Fez diversos trabalhos na TV Globo.[3] Também era ilustrador, tendo ilustrado o livro "Humor Judaico" de Moacir Scliar[4] e o conhecido cardápio do La Mole. Foi o ilustrador mais prolífico do Gip-Gip Nheco Nheco, do Ivan Lessa.[5] Estava radicado nos Estados Unidos desde os anos 80. Redi trabalhou no New York Times, assinando as duas únicas charges publicadas na capa do jornal desde a sua fundação.[3][6]

PrêmiosEditar

Foi recipiente da medalha de ouro do XV PRÊMIO COLUNISTAS NACIONAL de 1982, na categoria "Campanha de menos de 60 cm", "Serie Cartun".[7]

Referências

  1. «Datas». Veja on-line. Consultado em 8 de julho de 2010 
  2. «Redi - o amor ao desenho, à música e aos pães». Consultado em 7 de julho de 2010 
  3. a b «Morre o cartunista Sylvio Redinger, conhecido como Redi». Jornal nacional - Globo. 14 de fevereiro de 2004. Consultado em 8 de julho de 2010 
  4. SCLIAR, Moacyr; FINZI, Patricia; TOKER, Eliahu (1990). Humor Judaico. Do Éden ao Divã. São Paulo: Shalom. 214 páginas. ISBN 85-85345-01-2 
  5. «Jaguar: O inacreditável Redi». O Dia. Consultado em 9 de fevereiro de 2017 
  6. «Grandes assinaturas - Redi». Consultado em 7 de julho de 2010 
  7. «XV PRÊMIO COLUNISTAS NACIONAL 1982 - Ata de premiação». Consultado em 7 de julho de 2010. Arquivado do original em 4 de julho de 2011