Abrir menu principal
O tenente-general Saad El Shazly durante a Guerra do Yom Kippur

Saad Mohamed el-Husseiny el-Shazly (Basyoun, Garbia, 1 de abril de 1922 - Cairo, 10 de fevereiro de 2011) foi um militar egípcio. Foi chefe de gabinete do Exército do Egito durante a Guerra do Yom Kippur. Após a sua crítica pública aos Acordos de Camp David, ele foi demitido de seu cargo de embaixador no Reino Unido e Portugal, em seguida, enviado para o exílio na Argélia.[1]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Saad El Shazly

Referências

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.