Salvinia molesta

espécie de planta

A Salvinia molesta é uma planta aquática, flutuante, da classe Pteridopsida e nativa do sudeste do Brasil. As folhas, têm de 0,5 a 4 cm de comprimento. Produz raízes secundárias e ainda terciárias modificadas que ajudam a "fixar-se" na água.[1]

Salvinia molesta
Salvinia molesta.jpg
Classificação científica edit
Reino: Plantae
Clado: Tracheophytes
Divisão: Polypodiophyta
Classe: Polypodiopsida
Ordem: Salviniales
Família: Salviniaceae
Gênero: Salvinia
Espécies:
S. molesta
Nome binomial
Salvinia molesta

Reproduz-se assexuadamente, e é capaz de crescer a grande velocidade desde um pequeno fragmento de vegetal, e dobrar a população em poucos dias, resultando na cobertura da superfície de tanques, reservatórios de água, lagos por uma manta flutuante de 1 a 2 dm (raramente até 6 dm) de espessura. Assim, converteu-se numa praga em muitas partes do mundo. O crescimento vegetal bloqueia a luz solar necessária para outras plantas aquáticas, especialmente algas oxigenarem a água.

O insecto curculónido Cyrtobagous salviniae, encontrado no habitat nativo da S. molesta, está a ser estudado como um controlo biológico da praga.

Em PortugalEditar

A espécie já foi introduzida em Portugal, tendo até ao momento sido controlada.[2]

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Salvinia molesta

Referências

  • Guia Prático para a Identificação de Plantas Invasoras de Portugal Continental, Elizabete Marchante, Helena Freitas, Hélia Marchante, Edição de Imprensa da Universidade de Coimbra, ISBN 9898074701, 9789898074706