Samuil Feinberg

Samuil Feinberg (Odessa, 26 de maio de 1890Moscou, 22 de outubro de 1962) foi um pianista e compositor judeu-russo.[1]

Samuil Feinberg
Nascimento 14 de maio de 1890
Odessa
Morte 22 de outubro de 1962 (72 anos)
Moscou
Sepultamento Cemitério Golovinskoye
Cidadania Império Russo, Rússia bolchevique, União Soviética
Alma mater
Ocupação pianista, compositor, professor de música
Prêmios
Empregador Conservatório de Moscovo

Estudou no Conservatório de Moscou, onde foi aluno de Alexander Goldenweiser.Em harmonia e composição,foi aluno de Nikolai Zhilyayev. Posteriormente, aperfeiçoou-se com Scriabin e Myaskovsky. Suas interpretações eram elogiadas por Scriabin.

Graduou-se em 1911 e iniciou carreira de concertista. Em 1922, tornou-se professor do Conservatório de Moscou, onde permaneceria até a sua morte.

Realizou várias gravações, sendo a do Cravo Bem-Temperado de Bach, uma das melhores já feitas, segundo a crítica musical. Gravou também composições de Beethoven, Chopin, Liszt, Scriabin e Rachmaninov.

É autor de doze sonatas para piano, transcrições para piano de obras para órgão de Bach, Fantasias, Prelúdios e 3 Concertos para piano e orquestra.

ReferênciasEditar

  1. «Samuil Feinberg». Biblioteca Nacional da Alemanha (em alemão). Consultado em 17 de novembro de 2019