Santa Maria Assunta al Gianicolo

Santa Maria Assunta al Gianicolo, também chamada de Cappella di Maria Santissima Assunta in Cielo[1], é uma igreja de Roma localizada na Via delle Mantellate, no lado do Janículo do rione Trastevere, ao lado da Villa Alibert. Dedicada a Nossa Senhora da Assunção, é subsidiária da igreja de Santa Maria in Traspontina[2].

Vista da igreja a partir da Via delle Matellate.

HistóriaEditar

Em 1820, o padre Don Antonio Dei Conti Muccioli (1784-1842)[3] adquiriu um jardim na Via delle Mantellate, parte da Villa Alibert, e construiu ali uma capela dedicada a Ascensão de Maria[4]. O propósito da obra era juntar adolescentes que haviam recebido a Primeira Comunhão em Santa Francesca Romana a Ponte Rotto e criar um local onde eles pudessem participar de exercícios espirituais e recreativos ao ar livre, a Adunanza di Maria Santissima Assunta in Cielo[5]. A intenção de Don Muccioli era que estes jovens crescessem na fé cat[olica através de atividades construtivas, da fé e da responsabilidade social. Em 1824, Muccioli entregou a capela à Opera Pia di Ponte Rotto[1]. Em 1878, os Pii Operai da vizinha igreja de San Giuseppe alla Lungara assumiram a igreja. A obra para as meninas foi assumida pelas irmãs agostinianas do Divino Amor do Conservatorio Pio di Via Garibaldi, da Cappella delle Suore Agostiniane del Divino Amore (no quartiere Gianicolense)[6][5].

 
Vista na outra direção.

Infelizmente, o pequeno complexo se arruinou no final do século XX, pois as regiões mais pobres do Trastevere deixaram de existir com a gentrificação do bairro e a obra caridosa ficou sem função. Entre 1980 e 1983, uma ampla restauração de Santa Maria Assunta foi levada a cabo e a igreja reabriu no ano seguinte. Uma inscrição relembra o evento[7]. Na arquitrave do portão de entrada para o jardim se lê[1] [8]:

ADUNANZA DI MARIA SS.MA ASSUNTA IN CIELO

Abaixo dela está uma placa com os seguintes dizeres[1][9]:

UTILE DOMINIO
DELL 'OPERA PIA
DI
PONTE ROTTO

Em 1996, o Conservatorio Pio fechou e a igreja foi entregue para os carmelitas de Santa Maria in Traspontina. Em junho de 2018, a Diocese de Roma ainda listava o local como uma igreja plena, subsidiária da paróquia de Santa Maria. Porém, ela era um enclave na paróquia de Santa Dorotea. Mas como não há mais o anúncios de missas sendo celebradas no local, é possível que ela esteja fechada<ref name=OF>«Chiesa di Santa Maria Assunta al Gianicolo» (em italiano). Site oficial da Diocese de Roma <ref>.

DescriçãoEditar

O exterior da igreja apresenta, entre outros elementos, uma grande janela que ilumina o interior. A nave conta com dois corredores e foi projetada em estilo clássico. As paredes trazem relevos representando as estações da cruz. O altar contém esculturas douradas do emblema de Maria com uma rosa e ramos de flor-de-lis. A peça de altar é uma Virgem com o Menino (a peça original, uma "Ascensão da Virgem", foi roubada durante as obras de restauração)[1].

Referências

  1. a b c d e Kuhn-Forte 1997 , p. 569-570
  2. Vicariatus Urbis. Chiesa annessa Santa Maria Assunta al Gianicolo (em italiano). [S.l.]: Diocesi di Roma 
  3. Gigli 1980 , p. 48
  4. Droulers, Martina & Tufari 1971 , p. 162
  5. a b «Cappella della Adunanza di Maria Santissima Assunta in Cielo» (em italiano). InfoRoma 
  6. Armellini 1891 , p. 655
  7. Il Libro del passato. Strade della Roma Papale: Via delle Mantellate: Opera Pia di Ponte Rotto al n. 11a – Lapide di Paolo VI. [S.l.: s.n.] 
  8. Il Libro del passato. Strade della Roma Papale: Via delle Mantellate: Opera Pia di S. Francesca Romana a Ponte Rotto al n. 11a. [S.l.: s.n.] 
  9. Il Libro del passato. Strade della Roma Papale: Via delle Mantellate: Opera Pia di Ponte Rotto al n. 11a – Targa di proprietà. [S.l.: s.n.] 

BibliografiaEditar

  • Armellini, Mariano (1891). Le chiese di Roma dal secolo IV al XIX (em italiano). Roma: Tipografia Vaticana. p. 655. OCLC 9269651 
  • Droulers, Paolo; Martina, Giacomo; Tufari, Paolo (1971). La vita religiosa a Roma intorno al 1870: ricerche di storia e sociologia. Col: Miscellanea Historiae Pontificiae, 99-0100239-7; 31 (em italiano). Roma: Pontificia Universitas Gregoriana. OCLC 642143309 
  • Gigli, Laura (1980). Rione XIII: Trastevere. Col: Guide rionali di Roma (em italiano). 1 2 ed. Roma: Fratelli Palombi Editori. p. 48–50. OCLC 312346318 
  • Kuhn-Forte, Brigitte (1997). Handbuch der Kirchen Roms. 4. Band, Die Kirchen innerhalb der Mauern Roms. Die Kirchen von Trastevere (em alemão). Purkersdorf: Verlag Brüder Hollinek. p. 569–571. ISBN 3-85119-266-4