Abrir menu principal

Santos Quatro Mártires Coroados (título cardinalício)


Santos Quatro Mártires Coroados
Coat of arms of Franciscus.svg        Brasão de Roger Michael Mahony
Título presbiterial
Santos Quatro Mártires Coroados
Fachada da Basilica dei Santi Quattro Coronati, em Roma
Titular: Roger Michael Mahony
criado: 600
antiga Aemilianae
Criado pelo Papa Gregório I
Dados do Anuário Pontifício

Santos Quatro Mártires Coroados (em latim: Ss. Quattuor Coronatorum) é um título cardinalício criado em 600 pelo Papa Gregório I, de acordo com o Anuário Pontifício. Aparece com o nome de Æmilianae em sínodos realizados em 499 e em 595. De acordo com o catálogo de Pietro Mallio, composto durante o pontificado do Papa Alexandre III (1159-1181), este título foi anexado à Basílica de São Lourenço Fora de Muros e seus sacerdotes celebravam as missas ali. Sua igreja titular é Santi Quattro Coronati.

Titulares protetoresEditar

Entre os antigos ocupantes deste título estão: papa São Leão IV (847), o rei Henrique I de Portugal, que, em 1580, doou o magnífico teto de madeira da igreja, e o papa Bento XV (1914). A lista completa é conhecida apenas a partir do pontificado do papa Gregório VII (r. 1073–1085)[1][2]. Os nomes entre 595 e 993 foram baseados no exame dos documentos dos concílios romanos por Giandomenico Mansi[3] com exceção de Leão IV, Estêvão (882–885 e depois papa Estêvão V até 891), que foram mencionados como cardeais deste título em suas entradas biográficas na Enciclopédia Católica:

Ligações externasEditar

  1. H.W. Klewitz, Reformpapsttum und Kardinalskolleg, Darmstadt 1957, p. 22 note 40, p. 75 e p. 130 no. 4 (11-12th centuries);
  2. S. Miranda, Titulus SS. IV Coronati (a partir do século XIV)
  3. Giandomenico Mansi, Sacrorum Conciliorum nova et amplissima collectio