Sate, também conhecido como Shat ou Sat, foi um general dos cazares (talvez goturcos) que esteve ativo no século VII na terceira guerra turco-persa.

Sate
Nacionalidade Canato Túrquico Ocidental
Etnia Cazar ou Turca
Progenitores Pai: Ziebel
Ocupação General

VidaEditar

 
Tremisse do imperador Heráclio (r. 610–641)

Sate era filho de Ziebel e sobrinho do grão-cã dos cazares. Invadiu a Albânia e Azerbaijão no começo de 627, em cumprimento das promessas de seu tio ao imperador Heráclio (r. 610–641).[1] De seu acampamento no Araxes, enviou mensagens ao Cosroes II (r. 590–628) nas quais exigiu a devolução dos territórios tomados dos bizantinos.[2] Em final de 627 ou 628, invade com seu pai a Ibéria de Estêvão I (r. 590–627), tomando a capital Tiflis, e subjuga a Albânia.[1]

O marzobã Sema Ustnas (Gusnas?) se recusou a responder seu chamado para negociar e o católico Viro se apresentou em seu campo em Uti. Eles chegaram a um acordo, o que não impede Sate de declarar-se senhor da Albânia e Chor. No ano seguinte, cobra um imposto dos percadores dos rios Ciro e Araxes e também de mercadores, imposto fixado "segundo o levantamento fundiário do Reino da Pérsia" e foi pago em moedas de prata.[3]

Referências

  1. a b Martindale 1992, p. 1115.
  2. Dodgeon 2002, p. 208.
  3. Chaumont 1985.

BibliografiaEditar

  • Chaumont, M. L. (1985). «Albania». Enciclopédia Irânica 
  • Dodgeon, Michael H.; Geoffrey Greatrex; Samuel N. C. Lieu (2002). The Roman Eastern Frontier and the Persian Wars (Part II, 363-630 AD). Londres: Routledge. ISBN 0-415-00342-3 
  • Martindale, John R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1992). The Prosopography of the Later Roman Empire - Volume III, AD 527–641. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press. ISBN 0-521-20160-8