Abrir menu principal
Segunda Guerra Civil de Samoa
Second Samoan Civil War.gif
Mapa apresentando os locais de batalhas em que as forças britânicas e americanas combateram.
Data 1898 - 1899
Local Apia, Upolu, Samoa, Oceano Pacífico
Desfecho Compromisso;
Combatentes
Aliados:
Samoa Samoa
Reino Unido Reino Unido
Estados Unidos Estados Unidos
Samoa Mataafanos
Império Alemão Império Alemão
Líderes e comandantes
Samoa Principe Tanu
Naval jack of the United States (1896–1908).svg Albert Kautz
Reino Unido Leslie Stuart
Samoa Mata'afa Iosefo
Império Alemão desconhecido

Segunda Guerra Civil de Samoa foi um conflito que alcançou o auge em 1898, quando a Alemanha, o Reino Unido e os Estados Unidos travaram uma disputa sobre quem deveria ter o controle do arquipélago de Samoa, localizado no sul do Oceano Pacífico. Ao fim da guerra, em 1899, aos Estados Unidos foi concedido a parte leste das ilhas, aos alemães foram concedidos a parte ocidental das ilhas, e os britânicos receberam outras cadeias de ilhas do Pacífico, anteriormente pertencentes à Alemanha.[1] A metade alemã atualmente é uma nação independente: Estado Independente de Samoa. A metade estadunidense, voluntariamente permaneceu sob o controle do governo americano como o território de Samoa Americana.

AliadosEditar

Os aliados eram os partidários do príncipe samoano Tanu e forças navais de apoio dos Estados Unidos e do Reino Unido que lutaram contra os rebeldes de Mata'afa Iosefo.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Ryden, George Herbert. The Foreign Policy of the United States in Relation to Samoa. New York: Octagon Books, 1975. (Reprint by special arrangement with Yale University Press. Originally published at New Haven: Yale University Press, 1928), p. 574; the Tripartite Convention (United States, Germany, Great Britain) was signed at Washington on 2 December 1899 with ratifications exchanged on 16 February 1900
  2. Mains, P. John; McCarty, Louis Philippe (1906). The Statistician and Economist: Volume 23. pg. 249