Semaías foi um profeta de Deus durante o reinado de Roboão, filho de Salomão.

Depois da revolta das dez tribos setentrionais, em 931 a.C., Semaías proferiu as palavras de Deus proibindo a tentativa de Roboão de reconquistá-las.[1][2]

Em 927 a.C., no quinto ano de Roboão, o rei egípcio Sisaque I invadiu Judá, e Semaías informou Roboão e seus príncipes que Deus os abandonara, visto que eles O haviam abandonado. Todavia, visto que Roboão e os príncipes se humilharam, Deus amainou a destrutividade da invasão.[3] Semaías fez também um dos registros escritos do reinado de Roboão.[4]

Referências