Abrir menu principal

Conde de Melo foi um título criado por decreto de 24 de Janeiro de 1835, da rainha D. Maria II de Portugal, a favor de Luís Francisco Estêvão Soares de Melo da Silva Breyner,[nota 1][1] 19.º Senhor de Melo, 6.º Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, um militar e político liberal.

Usaram o título
  1. Luís Francisco Estêvão Soares de Melo da Silva Breyner, 1.º Conde de Melo;
  2. Teresa Francisca de Melo Breyner Sousa Tavares e Moura, 2.ª Condessa de Melo;
  3. Maria Teresa de Sousa Botelho e Melo, 3.ª Condessa de Melo e 4.ª Condessa de Vila Real;
  4. Francisco de Sousa Botelho de Albuquerque, 3º Conde de Mangualde, 5º Conde de Vila Real, 4º Conde de Melo;
  5. Fernando de Sousa Botelho de Albuquerque, 4º Conde de Mangualde, 6º Conde de Vila Real, 5º Conde de Melo.

Referências

Notas

  1. De acordo com a Resenha das famílias titulares do reino (1838), o nome do 1.º Conde de Melo é Luís Francisco Soares de Melo da Silva Breyner Sousa Tavares e Moura.