Resafa

(Redirecionado de Sergiópolis)
Disambig grey.svg Nota: Para outras localidades de mesmo nome, veja Rusafa.
Resafa
الرصافة
Arcos de Resafa
Localização atual
Resafa está localizado em: Síria
Resafa
Localização de Resafa na Síria
Coordenadas 35° 37' N 38° 45' E
País  Síria
Província Raca
Distrito Raca
Localidade mais próxima Raca
Dados históricos
Fundação ?
Abandono século XII
Notas
Acesso público Não

Resafa ou Rusafa [da Síria] (em árabe: الرصافة الشام; transl.: Ruṣafa al-Sham), conhecida no período romano-bizantino como Sergiópolis (em latim: Sergiopolis; em grego: Σεργιόπολις) e brevemente como Anastasiópolis (em latim: Anastasiopolis), foi uma cidade localizada na província de Eufratense, na atual Síria. É um sítio arqueológico situado no sudoeste da cidade de Raca e do rio Eufrates.

Procópio de Cesareia descreve em pormenor as rampas e edifícios erigidos ali pelo imperador bizantino Justiniano.[1] As muralhas de Resafa que ainda estão preservadas possuem mais de 1600 pés de comprimento e aproximadamente 1000 de largura; torres quadradas e circulares foram erigidas a aproximadamente cada 100 pés; há também ruínas duma igreja que três absides.

NomesEditar

Na obra do geógrafo romano Ptolomeu é descrita como Resafa (em grego clássico: Ρεσάφα; transl.: Rhesapha). Também é chamada como Risapa na Tabula Peutingeriana e Rosafa na Notitia Dignitatum. Seu nome em árabe é Resafa ou Rusafa e significa calçava ou estrada asfaltada ou sinalizada.[2]

Durante o período romano/bizantino, Resafa também foi conhecida como Sergiópolis (em latim: Sergiopolis; em grego: Σεργιόπολις),[3] em homenagem a São Sérgio, e brevemente como Anastasiópolis (em latim: Anastasiopolis) após sua restauração pelo imperador Anastácio I Dicoro (r. 491–518).[4]

Num marco miliário do Corpus Inscriptionum Latinarum é chamada de Estrada Diocleciana (em latim: Strata Diocletiana) e no Sobre a Guerra Pérsica do historiador bizantino Procópio de Cesareia há a menção a uma região nomeada Estrada.[2]

HistóriaEditar

Período aramaicoEditar

Resafa, atualmente em ruínas, localiza-se a 30 quilômetros ao sul do rio Eufrates numa depressão próximo das Montanhas Bichri sobre a antiga rota do deserto que liga Salamia a Raca[5] ou Arraba.[6] Por décadas foi associada pelos estudiosos à antiga cidade de Rasapa mencionada nas fontes acadianas como sede de governadores do Império Neoassírio na Mesopotâmia Superior, porém tal associação vem sendo questionada, com a localização proposta desta estando mais a nordeste, próximo do rio Cabur.[7][8]

Apesar disso, há estudiosos, como Edward Lipiński, que preferem continuar a associá-las ao considerarem que tal revisão causaria conflito no relato bíblico de Resepa (Reis 19:12 e Isaías 37:12)[9] no qual o rei Senaqueribe (r. 705-681 a.C.) envia emissários ao rei de Judá Ezequias ordenando a rendição de Jerusalém. Nesse episódio, os emissários mencionam que as deidades locais das cidades-estado aramaicas de Gozana, Harã e Resepa foram incapazes de impedir o avanço assírio. A. J. Couch, por sua vez, sugere haver duas Rasapa.[10]


Referências

  1. Procópio de Cesareia 561, II.ix.
  2. a b Vailhé 1912.
  3. Shahîd 1989, p. 124.
  4. Haarer 2006, p. 37.
  5. Grabar 1978, p. 159.
  6. Haase 1995, p. 630.
  7. Fowden 1999, p. 61.
  8. Bryce 2009, p. 591.
  9. Lipiński 2000, p. 62.
  10. Couch 1995, p. 180.

BibliografiaEditar

  • Bryce, Trevor (2009). The Routledge Handbook of the Peoples and Places of Ancient Western Asia: The Near East from the Early Bronze Age to the Fall of the Persian Empire. [S.l.]: Routledge. ISBN 1134159080 
  • Couch, A. J. (1995). Bromiley, Geoffrey W., ed. The International Standard Bible Encyclopedia. 4. [S.l.]: Wm. B. Eerdmans Publishing. ISBN 0802837840 
  • Fowden, Elizabeth Key (1999). The Barbarian Plain: Saint Sergius between Rome and Iran. [S.l.]: University of California Press. ISBN 0520922204 
  • Grabar, Oleg; Holod, Reneta; Knustad, James; Trousdale William (1978). City in the Desert. [S.l.]: Harvard CMES. ISBN 0674131959 
  • Haarer, Fiona K. (2006). Anastasius I: Politics and Empire in the Late Roman World. [S.l.]: Francis Cairns. ISBN 090520543X 
  • Haase, C. P. (1995). Enciclopédia do Islã. VIII (NED — SAM). Leida e Nova Iorque: Brill. ISBN 90 04 09834 8 
  • Lipiński, Edward (2000). The Aramaeans: Their Ancient History, Culture, Religion. [S.l.]: Peeters Publishers. ISBN 9042908599 
  • Procópio de Cesareia (561). Sobre os Edifícios. Constantinopla 
  • Shahîd, Irfan (1989). Byzantium and the Arabs in the Fifth Century. [S.l.]: Dumbarton Oaks. ISBN 0884021521 
  • Vailhé, S. (1912). «Sergiopolis». Enciclopédia Católica. 13. Nova Iorque: Robert Appleton Company