Abrir menu principal

Sernande

localidade e antiga freguesia de Portugal
Portugal Sernande 
  Freguesia portuguesa extinta  
Localização
Sernande está localizado em: Portugal Continental
Sernande
Localização de Sernande em Portugal Continental
Coordenadas 41° 20' 30" N 8° 13' 28" O
Concelho primitivo Felgueiras
Concelho (s) atual (is) Felgueiras
Freguesia (s) atual (is) Pedreira, Rande e Sernande
História
Extinção 2013
Características geográficas
Área total 1,35 km²
População total (2011) 941 hab.
Densidade 697 hab./km²
Outras informações
Orago S. João Baptista

Sernande é uma localidade portuguesa do concelho de Felgueiras, com 1,35 km² de área e 941 habitantes (2011). Densidade: 697 hab/km².

Antigamente conhecida por São João Baptista de Sernande, pertenceu ao antigo concelho de Unhão. Em 1840 fazia parte do concelho de Barrosas, extinto pelos Decretos de 30 de Junho de 1852 e 31 de Dezembro de 1853, após o que passou para o de Felgueiras.[1]


Resumo Histórico

A antiguidade da povoação de Sernande surge na Idade do Bronze Final, com o Povoado de Cimalhas, descoberto recentemente aquando da construção da auto-estrada.

Há registo de há muitos anos ser parte integrante da área do Antigo “Condado de Souza”, anterior à nacionalidade portuguesa e pertença da família dos Sousões, dona de toda a região do Vale do Sousa.

Depois da Romanização da Península Ibérica, deu-se a invasão árabe, seguida da reconquista Cristã. Como forma de auxiliar na Reconquista, vieram cavaleiros de outros locais, nesta zona chegaram os germanos-godos (Suevos e Visigodos), que como recompensa receberam algumas terras, através de doações. Os novos senhores das terras formaram, assim, propriedades rústicas.

Entre as propriedades que estes senhores foram distribuindo por “rendeiros” (“foreiros”-dado que pagavam o “foro” ao senhorio), encontrava-se a propriedade de “Sisnande” (Sernande), habitada por um fidalgo com este nome. Estas terras, com o passar dos anos, sofreram inúmeras transformações administrativas.

Com a independência do condado portucalense que passou a ser reino de Portucale em 1143, Sernande passa a fazer parte das terras do conde do Unhão, muitas vezes visitado por D. Afonso Henriques.

Contudo, só 5 de dezembro de 1286 aparece referenciada como freguesia, numa inquirição particular ordenada por D. Dinis aos coutos, honras e igrejas que foram do conde D. Gonçalo Garcia de Sousa e sua mulher, Leonor Afonso (irmã daquele rei) e filha bastarda de Afonso III de Portugal, não deixando herdeiros legítimos.

Administrativamente, Sernande acompanhou a honra de Unhão, passando para a posse do mencionado conde D. Afonso Sanches, filho bastardo de D. Dinis, por doação que lhe fez, em 1312; depois, para a de Álvaro Pires de Castro, irmão de Inês de Castro, por doação em 1366;e por fim, para a família Teles da Silva, por doação em 1367, em cuja posse se manteve até à extinção dos morgadios.

A antiga freguesia de São João Baptista de Sernande foi, em tempos, vigairaria da apresentação do reitor de Unhão. 

Em 1527, esta freguesia era uma das mais povoadas do concelho de Unhão, talvez por causa do seu burgo, onde, em 26 de Setembro de 1531, D. João I instituiu uma feira franca, que se realizava de três em três semanas, a pedido de João Gomes da Silva.

Mais tarde, no século XIX em 1840 fazia parte do concelho de Barrosas, extinto pelos Decretos de 30 de Junho de 1852 e 31 de Dezembro de 1853, após o que passou para o concelho de Felgueiras.

Foi sede de uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, para, em conjunto com Pedreira e Rande, formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Pedreira, Rande e Sernande com a sede em Pedreira.[2]

Personalidades


Sendo a felgueirense freguesia de Sernande uma das partes integrantes da Vila da Longra detém efetivamente algumas personalidades dignas dessa perpetuação:

Terra natal do Dr. João Machado Ferreira Brandão, descendente da Casa de Fijô, Idães, da parte paterna e da Casa de Cimo de Vila, Sernande, da parte materna, antigo deputado nacional e presidente da Câmara do concelho, nos inícios do século XX. Nasceu em 1866 falecendo solteiro aos 56 anos em agosto de 1922 como o um dos maiores vultos desta povoação.

Mas também mais um Dr. Vicente Ribeiro Leite de Sousa Vasconcelos, da casa da Terra Seca, que foi um médico do povo.

Bem como um José Joaquim Ribeiro Teles, da casa do Telhado, que doou à diocese do Porto a quinta da Formiga, onde está instalado o colégio e seminário menor do Porto.

Mais António Bravo Pacheco, da Casa da Capela (onde se rezou missa paroquial, enquanto não houve igreja na nova freguesia, criada no decurso do concelho do Unhão em separação com área antiga de Rande e uma parte de Varziela), sendo quem fez obras numa sua propriedade do Burgo para criação da velha escola primária.

E o Padre Joaquim Ribeiro Teles, segundo pároco de Rande e Sernande depois que as duas paróquias referidas passaram a ter Abade comum, tendo este Abade Prior ficado na tradição por haver deixado à sua morte significativa quantia para esmolas aos pobres.


PopulaçãoEditar

População da freguesia de Sernande[3]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
376 445 378 371 418 421 464 569 626 568 601 567 737 891 941
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 228 146 436 81 25,6% 16,4% 48,9% 9,1%
2011 192 133 514 102 20,4% 14,1% 54,6% 10,8%

Referências

  1. «Paróquia de Sernande». Arquivo Distrital do Porto. Consultado em 14 de Janeiro de 2014 
  2. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes

www.cm-felgueiras.pt

www.rotadoromanico.com  

www.pedreirarandesernande.pt


  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.