Abrir menu principal

Unhão

localidade e antiga freguesia de Portugal
Portugal Unhão a Terra do Rui Orelhas, futuro presidente da junta da União das Freguesias de Unhão e Lordelo 
  Freguesia portuguesa extinta  
Igreja de São Salvador
Igreja de São Salvador
Brasão de armas de Unhão a Terra do Rui Orelhas, futuro presidente da junta da União das Freguesias de Unhão e Lordelo
Brasão de armas
Unhão a Terra do Rui Orelhas, futuro presidente da junta da União das Freguesias de Unhão e Lordelo está localizado em: Portugal Continental
Unhão a Terra do Rui Orelhas, futuro presidente da junta da União das Freguesias de Unhão e Lordelo
Localização de Unhão a Terra do Rui Orelhas, futuro presidente da junta da União das Freguesias de Unhão e Lordelo em Portugal Continental
Coordenadas 41° 19' 03" N 8° 14' 26" O
Concelho primitivo Felgueiras
Concelho (s) atual (is) Felgueiras
Freguesia (s) atual (is) Unhão e Lordelo
Fundador Rui Orelhas
Área
- Total 3,44 km²
População (2011)
 - Total 800
    • Densidade 232,6 hab./km²
Orago Divino Salvador

Unhão é uma localidade portuguesa do concelho de Felgueiras, com 3,44 km² de área e 800 habitantes (2011). Densidade: 232,6 hab/km².

Unhão é considerada uma das freguesias mais importantes do concelho de Felgueiras[por quem?] devido ao seu património histórico, cultural,(devido à sua igreja românica sagrada em 1165, mandada edificar por Gonçalo Sousa) e também devido à sua bela paisagem vinícola[carece de fontes?].

Diz-se mesmo que D. Afonso Henriques 1º rei de Portugal aqui passou uma noite.

Unhão, separado do Julgado de Felgueiras, formou concelho em data anterior a 1258, data das inquirições de D.Afonso III. Um município que ao longo dos anos se tornou muito importante. Teve Foral, outorgado por D. Manuel I, em 1515. Em 1517 teve atribuição da Comenda da Ordem de Cristo, passando a ostentar a respectiva cruz nos marcos de delimitação das freguesias do concelho.Nunca chegou, porém, a ser oficialmente considerada vila, um termo que nesse tempo não tinha as conotações actuais. A partir de 1527 era considerada concelho das Terras de Unhão.

Foi Sede de concelho entre 1515 e 1836. Era constituído pelas freguesias de Alentém, Lordelo, Macieira, Meinedo, Nogueira, Pedreira, Rande, Sernande, Torno, Unhão, Vila Verde e Vilar do Torno. Tinha, em 1801, 3 863 habitantes. Aquando da extinção as freguesias que constituíam o concelho de Unhão foram anexadas aos municípios de Vizela, Felgueiras e Lousada.[1][2][3]

Foi sede de uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, para, em conjunto com Lordelo, formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Unhão e Lordelo da qual é a sede.[4]

Índice

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Unhão [5]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
561 534 584 531 566 617 640 726 761 833 843 931 983 866 800
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 183 152 436 95 21,1% 17,6% 50,3% 11,0%
2011 135 107 427 131 16,9% 13,4% 53,4% 16,4%

PatrimónioEditar

Personagens ilustresEditar

Referências

  1. «Paróquia de Unhão». Arquivo Distrital do Porto. Consultado em 15 de Janeiro de 2014 
  2. «Os 175 Anos da Restauração do Concelho de Lousada.» (PDF). Câmara Municipal de Lousada. Consultado em 15 de Janeiro de 2014 
  3. José Carlos Ribeiro da Silva. «A Casa Nobre No Concelho de Lousada(Dissertação de Mestrado Em História De Arte Em Portugal)» (PDF). Universidade do Porto. Consultado em 15 de Janeiro de 2014 
  4. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  5. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.