Abrir menu principal
Sex and the City (1.ª temporada)
Informações
País de origem Estados Unidos
de episódios 12
Exibição
Emissora
original
HBO
Exibição
original
6 de junho – 23 de agosto de 1998
Lançamento em DVD
Região 1 23 de maio de 2000[1]
Região 2 11 de julho de 2005[2]
Região 4 2 de outubro de 2008[3]
Cronologia das temporadas
Anterior Próxima
2.ª temporada
Lista de episódios de Sex and the City

A primeira temporada de Sex and the City, uma comédia romântica norte-americana, foi ao ar nos Estados Unidos pela HBO de 6 de junho a 23 de agosto de 1998. Baseada no livro homônimo escrito por Candace Bushnell, a série foi criada por Darren Star e produzida pela Darren Star Productions, HBO Original Programming e Warner Bros. Television. Star, Barry Josen e Michael Patrick King serviram como produtores executivos. O programa segue os relacionamentos e as aventuras sexuais de Carrie Bradshaw, uma colunista que escreve sobre sexo na fictícia New York Star, e suas amigas Samantha Jones, Charlotte York e Miranda Hobbes.

A primeira temporada, com 12 episódios, foi ao ar nas noites de domingo às 21:00 (ET), exceto o episódio piloto que foi ao ar ao mesmo tempo em uma noite de sábado. A temporada recebeu críticas mistas dos críticos. A temporada obteve forte audiência nos Estados Unidos pela HBO e no Reino Unido pelo Channel 4, onde ficou entre os 30 programas semanais mais assistidos. Em seu primeiro ano a série recebeu várias indicações, incluindo ao Emmy Award, Globo de Ouro, e um Prêmio Screen Actors Guild de melhor atriz em série de comédia por Sarah Jessica Parker.

Equipe técnicaEditar

A primeira temporada de Sex and the City foi criada por Darren Star e produzida pela Darren Star Productions e pela Warner Bros. Television, em associação com a HBO Original Programming. A série é baseada no livro do mesmo nome, escrito por Candace Bushnell, que contém histórias de sua coluna com o New York Observer. O progama apresenta uma produção de Barry Jossen, Michael Patrick King e Star. A primeira temporada contou com créditos de escrita de Star, King, Jenny Bicks, Michael Green, Jenji Kohan, Susan Kolinsky e Terri Minsky. A temporada foi dirigida por Michael Fields, Matthew Harrison, Nicole Holofcener, Alison Maclean e Susan Seidelman.

ElencoEditar

As principais atrizes Kim Cattrall e Kristin Davis.

A primeira temporada contou com quatro atrizes nos papéis principais. Sarah Jessica Parker interpretou a personagem Carrie Bradshaw, escritora de uma coluna sobre sexo, Sex and the City, para a revista fictícia é também narradora da série.[4] Kim Cattrall retratou Samantha Jones, uma agente de relações públicas sexualmente confiante que segue as mesmas regras de relacionamento que os homens.[5] Kristin Davis interpretou Charlotte York, uma curadora otimista de museus de arte que mantém visões tradicionais sobre relacionamentos.[6] Cynthia Nixon interpretou Miranda Hobbes, uma advogada acerba com uma visão pessimista do relacionamento e uma desconfiança sobre homens.[7]

A temporada contou com várias participações recorrentes de convidados. Chris Noth apareceu como um homem de negócios ardiloso e esquivo e o interesse amoroso de Carrie conhecido como Mr. Big.[8] Willie Garson interpretou o melhor amigo gay de Carrie, o gerente de talentos, Stanford Blatch.[9] Ben Weber interpretou Skipper Johnson, um amigo de Carrie e de Miranda.

RecepçãoEditar

Revisões críticasEditar

A primeira temporada recebeu críticas mistas de críticos de televisão, recebendo uma pontuação agregada de 52 (de 100) no Metacritic.[10] Caryn Lucas, do The New York Times, chamou a série de "leve, alegre", "nova e divertida", enquanto destacava o desempenho de Parker.[11] Terry Kelleher da People Weekly elogiou Parker em seu papel, mas foi contra os elementos de Nova Iorque misturados com o tema do sexo. Phil Gallo da Variety fez uma revisão mista sobre a série, criticando o roteiro, mas elogiando as atuações do elenco principal. Gallo também considerou a subtrama de Carrie e a atração de Mr. Big como "convincente". Earl Crassey do DVD Talk considerou o lançamento em DVD da primeira temporada como "altamente recomendado", escrevendo que "No entanto, aqueles que não ofende-se facilmente deveriam dar uma olhada; você encontrará uma agradável e refrescante nova série de comédia da HBO." Crassey observou que o diálogo sexual franco e os tópicos discutidos na série o diferenciam dos outros seriados.[12]

AudiênciaEditar

Nos Estados Unidos, Sex and the City estreou em 6 de junho de 1998 às 21:00 da noite, com o episódio de piloto, "Sex and the City". O episódio obteve uma audiência de 2.9 (2.8 milhões de lares atingidos). O episódio bis alcançou uma audiência de 3.0 (2.96 milhões de lares).[13] O episódio foi assistido por 3.84 milhões de telespectadores.[14] No episódio final da temporada "Oh Come All Ye Faithful" foi assistido por 4.44 milhões de telespectadores.[15] A primeira temporada teve uma média de audiência total de 6.9 milhões de espectadores.[16] No Reino Unido, a série estreou no Channel 4 em 3 de fevereiro de 1999 com uma audiência de 4.53 milhões de telespectadores, classificando-se como o terceiro programa mais visto na televisão na semana que terminou em 7 de fevereiro de 1999. Os episódios seguintes atraíram entre 2.5 e 4 milhões de telespectadores.

Prêmios e indicaçõesEditar

No Globo de Ouro de 1999, Sarah Jessica Parker recebeu uma indicação ao prêmio de melhor atriz em série de comédia ou musical.[17] No Primetime Emmy Awards 1998, a série foi indicada para melhor série de comédia, enquanto Parker recebeu uma indicação de melhor atriz em série de comédia.[18][19] Sex and the City recebeu sete indicações no Online Film & Television Association para os OFTA Television Awards, incluindo prêmios de melhor nova série de comédia e melhor série de TV a cabo.[20]

EpisódiosEditar

na
série
na
temporada
TítuloDirigido porEscrito porExibição originalCód. de
produção
11 "Sex and the City" Susan SeidelmanDarren Star6 de junho de 1998 (1998-06-06)101
Na festa de aniversário dos trinta e poucos anos de Miranda, Carrie e suas amigas prometem parar de se preocupar em encontrar o homem perfeito e começar a fazer sexo como eles fazem. Carrie passa a noite com um ex-namorado e encontra o misterioso Mr. Big. Miranda sai com Skipper. Samantha passa a noite com um homem com quem Charlotte não dormiria em um primeiro encontro. 
22 "Models and Mortals" Alison MacleanDarren Star14 de junho de 1998 (1998-06-14)102
Miranda comete o erro de sair com um "modelizer" (um homem que é obsecado por modelos). Samantha escolhe sair com um "modelizer" e termina sendo filmada enquanto está fazendo sexo com ele. Carrie sai com Derek, o modelo, e flerta com Mr. Big. 
33 "Bay of Married Pigs" Nicole HolofcenerMichael Patrick King21 de junho de 1998 (1998-06-21)103
Carrie é convidada para a casa de praia de um casal de amigos, Peter e Patience. Um dia de manhã, ela encontra Peter no corredor sem sua roupa de baixo. Alguns amigos a apresentam para Sean. Um colega de trabalho de Miranda a apresenta para uma lésbica, Sid, em um jogo de baseball. Samantha conhece melhor o seu porteiro. 
44 "Valley of the Twenty-Something Guys" Alison MacleanMichael Patrick King28 de junho de 1998 (1998-06-28)104
Mr Big e Carrie continuam se encontrando sem querer em eventos sociais, o que os leva a tentar marcar um primeiro encontro. Carrie conhece Sam, que tem vinte e poucos anos, e descobre as limitações de sair com alguém dessa idade. O namorado de Charlotte tem um favor sexual para lhe pedir. Samantha descobre que sempre será mais velha do que seu eventual parceiro. 
55 "The Power of Female Sex" Susan SeidelmanHistória por : Jenji Kohan
Roteiro por : Darren Star
5 de julho de 1998 (1998-07-05)105
Carrie encontra Amalita e Carlo em uma loja de sapatos e eles a apresentam a um arquiteto francês, Gilles. Ele deixa mil dólares para Carrie, depois de passar a noite com ela. Charlotte conhece Neville Morgan, um artista renomado, que a usa como uma de suas modelos, pintando-a sob um ângulo muito íntimo. Skipper fica sexualmente obsecado por Miranda. 
66 "Secret Sex" Michael FieldsDarren Star12 de julho de 1998 (1998-07-12)106
Quantos de nós passamos a noite com uma pessoa que temos vergonha de apresentar para os nossos amigos? Carrie acha que o Mr Big está mantendo em segredo perante o seu ciclo de amigos, enquanto Miranda descobre um segredo sobre o seu novo namorado. Samantha nunca foi discreta sobre ninguém com quem dormiu, e Charlotte revela um caso amoroso do passado com uma pessoa escolhida por Deus. 
77 "The Monogamists" Darren StarDarren Star19 de julho de 1998 (1998-07-19)107
Carrie quer ter um relacionamento monogâmico com Mr Big, enquanto Samantha se recusa a ter um com o seu corretor de imóveis. Os sentimentos de Miranda por Spike se intensificam, quando ela o vê com outra mulher, enquanto Charlotte encara as demandas sexuais de seu novo namorado. 
88 "Three's a Crowd" Nicole HolofcenerJenny Bicks26 de julho de 1998 (1998-07-26)108
Samantha se envolve com um homem casado e sua esposa se oferece para ter um trio para manter o casamento, o que Samantha declina. 
99 "The Turtle and the Hare" Michael FieldsNicole Avril & Susan Kolinsky2 de agosto de 1998 (1998-08-02)109
Carrie está infeliz quando o Sr. Big diz a ela que ele nunca quer se casar novamente. Stanford Blatch propõe-lhe a fim de agradar a sua avó e herdar sua parte da fortuna da família. Miranda apresenta Charlotte a um vibrador muito especial chamado "The Rabbit" no qual Charlotte fica viciada. 
1010 "The Baby Shower" Susan SeidelmanTerri Minsky9 de agosto de 1998 (1998-08-09)110
Um chá de bebê para Laney faz com que as garotas pensem sobre o seu futuro. Carrie está com a menstruação atrasada, mas não tem certeza se quer que seu teste de gravidez dê positivo ou negativo. Charlotte tem medo de nunca ter a filha para quem ela tem se preparado por toda a sua vida, enquanto Laney sente saudades da liberdade de que abriu mão por sua família. 
1111 "The Drought" Matthew HarrisonMichael Green & Michael Patrick King16 de agosto de 1998 (1998-08-16)111
Um acidente flatulento faz com que Carrie tenha certeza de que ela e o Mr Big nunca mais dividirão a cama. Os últimos três meses sozinha fazem Miranda ter certeza de que nunca mais dormirá com nenhum homem de novo. Samantha descobre que não fazer sexo pode ser erótico. O namorado de Charlotte não está mais interessado em sexo. 
1212 "Oh Come All Ye Faithful" Matthew HarrisonMichael Patrick King23 de agosto de 1998 (1998-08-23)112
Mr Big apresenta Carrie como uma amiga para a sua mãe, fazendo com Carrie pense sobre o seu relacionamento com ele. Miranda termina com um católico por causa da sua inibição sexual e volta para Skipper, que está sempre com os braços abertos, esperando-a. Samantha finalmente tenta manter um relacionamento, mas logo descobre que tamanho realmente importa. Charlotte fica horrorizada ao descobrir que todos os advinhos da cidade concordam em uma coisa: o seu estado eterno de mulher solteira. 

Referências

  1. «Sex and the City: Season 1». Amazon.com. Consultado em 4 de abril de 2013 
  2. «Sex and the City: The Complete First Season [DVD]». Consultado em 4 de abril de 2013  Parâmetro desconhecido |trabalh= ignorado (ajuda)
  3. «Sex and the City (Season 1)». JB Hi-Fi. Consultado em 30 de maio de 2015. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2009 
  4. «Carrie Bradshaw played by Sarah Jessica Parker». HBO.com. Home Box Office, Inc. Consultado em 31 de julho de 2015. Arquivado do original em 7 de agosto de 2017 
  5. «Samantha Jones played by Kim Cattrall». HBO.com. Home Box Office, Inc. Consultado em 31 de julho de 2015. Arquivado do original em 18 de outubro de 2017 
  6. «Charlotte York played by Kristin Davis». HBO.com. Home Box Office, Inc. Consultado em 31 de julho de 2015. Arquivado do original em 7 de agosto de 2017 
  7. «Miranda Hobbes played by Cynthia Nixon». HBO.com. Home Box Office, Inc. Consultado em 31 de julho de 2015. Arquivado do original em 14 de outubro de 2017 
  8. «Mr. Big played by Chris Noth». HBO.com. Home Box Office, Inc. Consultado em 31 de julho de 2015. Arquivado do original em 15 de outubro de 2017 
  9. «Stanford Blatch played by Willie Garson». HBO.com. Home Box Office, Inc. Consultado em 31 de julho de 2015. Arquivado do original em 7 de agosto de 2017 
  10. «Critic Reviews for Sex and the City Season 1». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 31 de julho de 2015 
  11. James, Caryn (5 de junho de 1998). «TV WEEKEND - In Pursuit of Love, Romantically or Not». The New York Times. The New York Times Company. Consultado em 31 de julho de 2015 
  12. Cressey, Earl (25 de junho de 2000). «Sex and the City: Season One». DVD Talk. Internet Brands. Consultado em 22 de junho de 2015 
  13. «Basic Cable Programs Ranked by Household for the Week of 6/1-6/7 by Nielsen Media Research». Zap2it. Tribune Media Services. Consultado em 11 de junho de 2015. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2001 
  14. Lowry, Brian (10 de junho de 1998). «NBA Finals Lead NBC Past Slumping Opponents». Los Angeles Times. Tribune Publishing. Consultado em 11 de outubro de 2015 
  15. Lowry, Brian (12 de agosto de 1998). «'Philadelphia' Helps to Push CBS to the Top». Los Angeles Times. Tribune Publishing. Consultado em 11 de outubro de 2015 
  16. Mansfield, Stephanie (28 de maio de 2000). «Sarah's Sexy Success». The Nevada Daily Mail. Nevada. Rust Communications. p. 7. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  17. «The 56th Annual Golden Globe Awards (1999)». HFPA.org. Hollywood Foreign Press Association. Consultado em 2 de maio de 2015 
  18. «51st Primetime Emmys Nominees and Winners - Outstanding Comedy Series». Emmys.com. Academy of Television Arts & Sciences. Consultado em 5 de maio de 2015 
  19. «51st Primetime Emmys Nominees and Winners - Outstanding Lead Actress in a Comedy Series». Emmys.com. Academy of Television Arts & Sciences. Consultado em 5 de maio de 2015 
  20. «Honoring Outstanding Directorial Achievement for 1999». DGA.org. Directors Guild of America. Consultado em 2 de maio de 2015