Siân Evans

Siân Evans é uma bibliotecária, ativista e wikipedista americana. Evans é co-fundadora da Arte+Feminismo, uma maratona de edição global para desafiar o preconceito de género na Wikipedia. Evans é bibliotecária na Faculdade de Arte do Instituto de Maryland.

Siân Evans
Evans em 2016
Nacionalidade Americana
Ocupação Bibliotecária, ativista e wikipedista

CarreiraEditar

Evans é cofundadora da Arte+Feminismo, uma campanha global que desafia o viés de género na Wikipedia.[1][2] Evans observa que, como parte do Art+Feminism, "nós fazemos um trabalho concreto - adicionando citações às páginas, expandindo a cobertura de mulheres nas artes - mas também entendemos esses eventos como plataformas para consciencialização e esperamos que estratégias de mudança surjam a partir disso."[3] Evans é a Bibliotecária de Literacia da Informação e Design Instrucional na Faculdade de Arte do Instituto de Maryland.[4]

Em 2014, Evans foi nomeada uma dos 100 Principais Pensadores Globais da Foreign Policy.[5]

A investigação e os escritos de Evans sobre equidade de género com foco digital foram publicados em Art Documentation: Journal of the Art Libraries Society of North America e no livro Informed Agitation: Library and Information Skills in Social Justice Movements and Beyond.[6] Evans faz parte do Grupo de Interesse Especial de Mulheres e Arte da Sociedade de Bibliotecas de Arte da América do Norte.[7]

Referências

  1. Hoban, Virgie. «Campus community tackles gender gap on Wikipedia during Art+Feminism Edit-a-Thon». Berkeley Library News. University of California. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  2. Greenberger, Alex (9 de fevereiro de 2017). «MoMA Announces Fourth Annual Art+Feminism Wikipedia Edit-a-Thon». ArtNews. ArtNews. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  3. Driscoll, Brogan (31 de março de 2016). «Rewriting Wikipedia: Feminists Are Finally Giving Female Artists The Online Recognition They Deserve». Huffington Post. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  4. «Siân Evans – LibGuides at Maryland Institute College of Art». libguides.mica.edu (em inglês). Consultado em 22 de agosto de 2018 
  5. «A World Disrupted: The Leading Global Thinkers of 2014». Foreign Policy Magazine. Foreign Policy Magazine. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  6. Informed agitation: library and information skills in social justice movements and beyond. Sacramento, California: [s.n.] ISBN 9781634000031. OCLC 889313887 
  7. Emory, Sami. «Breaking Records at Art+Feminism's Wikipedia Edit-A-Thon». Creators. Vice. Consultado em 23 de agosto de 2018