Abrir menu principal

Somerled (Nórdico antigo: Sumarliði, gaélico escocês: Somhairle, comumente anglicizada do gaélico como Sorley) foi um líder político e militar das ilhas escocesas no século 12, sendo conhecido em gaélico como ri Innse Gall ("Rei das Hébridas"). Seu pai foi Gillebride, de nobre ascendência gaélica e também nórdica. O nome Somerled, muito comum entre os viquingues, significa viajante do verão e é uma kenning (figura de linguagem) para viquingue.[1]

Somerled apareceu primeiro em crônicas históricas no ano de 1140 como regulus, ou rei, de Kintyre quando desposou Raghnailt, a filha de Olaf I da Ilha de Man, Rei de Man e das Ilhas. No ano de 1153 ocorreu a morte de dois reis: David I da Escócia e Olaf de Man, o que provocou muita confusão e discórdia, e Somerled aproveita a chance: faz ofensivas contra a Escócia e contra Man e as Ilhas (estas últimas, que haviam sido herdadas por seu cunhado Goraidh).

Os pormenores históricos não são muito claros, mas os historiadores acreditam que os seguintes eventos são prováveis: Em 1156 Goraidh foi vencido numa batalha contra 80 navios da frota de Somerled e os inimigos repartiram as ilhas entre eles. Goraidh ficou com as ilhas do norte de Ardnamurchan e Somerled ficou com o restante. No entanto, dois anos depois Somerled retornou para a Ilha de Man com 53 navios de guerra. Ele derrotou Goraidh novamente e desta vez o forçou a refugiar-se na Noruega. O reino de Somerled se estendia agora desde a Ilha de Man até a extremidade nordeste da Ilha de Lewis.

Assim, viquingues e escoceses formaram um povo sob um único senhor e começaram a compartilhar uma única cultura e uma única forma de viver, e viriam a se tornar uma poderosa e notável raça conhecida como Gall-Gaidheal, literalmente 'celtas-estrangeiros'. Foi sobre o mar que ficou situado seu poder, mas iriam surgir novos inimigos. Os Stuarts fizeram incursões na costa oeste e afinal Somerled reuniu um exército considerável para expulsá-los. Ele avançou para o centro do território dos Stuarts, em Renfrew, onde uma grande batalha ocorreu em 1164. Não há muitos detalhes disponíveis sobre como ocorreu a batalha ou se realmente ocorreu, mas é certo que Somerled foi assassinado depois que seu exército se retirou do local.

Após a morte de Somerled, diversos senhores poderosos emergiram de dentro de seu reino. O senhorio foi disputado por duas famílias principais: a dos descendentes de Somerled e a dos descendentes de Goraidh. Durante os séculos 12 e 13, o mundo escandinavo viu muita mudança em métodos de governo e administração, resultando no surgimento de reinos unificados como a Dinamarca e a Noruega, fortemente centralizados. No entanto, o mesmo não ocorreu no Reino das Ilhas, que foi em vez disso absorvido por outro maior, o Reino da Escócia, embora o seu lugar no Estado permaneceria periférico, e a lealdade de seus habitantes ao rei da Escócia permaneceria temperamental pelos séculos seguintes.

DescendênciaEditar

Em 2005, um estudo inédito do professor Bryan Sykes da Universidade de Oxford levou-o a concluir que Somerled tem possivelmente 500.000 descendentes vivos, o que o torna o segundo ancestral mais comum de toda a humanidade, depois apenas de Genghis Khan. A pesquisa de Sykes concluiu que Somerled foi um membro do Haplogrupo R1a (Y-DNA), às vezes considerado a marca da descendência viquingue nos homens com ascendência britânica ou escocesa. [2] [3][4] O trabalho de Sykes ainda não foi revisado.

Somerled foi primeira vez casado com uma mulher, cujo nome se desconhece. Tiveram:

  • Somerled (Somhairle Óg mac Somhairle)
  • Gillecallum mac Somhairle, nascido a cerca de 1135, morto na Batalha de Renfrew em 1164

Ele também foi pai de:

  • Gillies mac Somhairle
  • Gall mac Somhairle

Casou-se segunda vez por volta do ano 1140 com Raghnailt Olafsdottir, filha de Olaf I Godredsson, Rei de Man e das Ilhas e de Ingeborg Haakonsdottir (esta filha de Haakon Paulsson, conde de Orkney). Seus filhos foram:

  • Dougall (Dubgall mac Somhairle) (c. 1145 - c. 1192), que herdou Lorne, Mull e Jura
  • Ranald (Raghnall mac Somhairle) (c. 1148 - 1207), senhor das Ilhas
  • Angus (Aonghas mac Somhairle) (c. 1150 - 1210), senhor de Bute e Arran
  • Olav mac Somhairle
  • Beatrix (Bethag nic Somhairle).

ReferênciasEditar

  • MacDonald, R. Andrew The Kingdom of the Isles: Scotland's Western Seaboard c.1100–c.1336 (Tuckwell Press, 1997) ISBN 1-898410-85-2
  • MacPhee, Kathleen Somerled:Hammer of the Norse (NWP, 2004) ISBN 1-903238-24-2
  • Murray, W.H. (1973) The Islands of Western Scotland. London. Eyre Methuen.
  • Stiùbhart, Domhnall Uilleam Rìoghachd nan Eilean (Clò Hallaig, 2005) ISBN 0-9549914-0-0
  • Williams, Ronald The Lords of the Isles (Chatto & Windus, 1997) ISBN 1-899863-17-6

NotasEditar

  1. Murray (1973) p.168.
  2. «DNA shows Celtic hero Somerled's Viking roots». Scotsman. 26 de abril de 2005 
  3. «Cópia arquivada». Consultado em 17 de setembro de 2010. Arquivado do original em 11 de maio de 2009 
  4. [1]