Speculum maius

O Speculum maius é a enciclopédia medieval mais importante, escrita por Vicente de Beauvais no século XIII. Composto por mais de três milhões de palavras, foi o trabalho mais ambicioso desse tipo do período medieval tardio.[1]

Speculum maius
Speculum majus (Strasburgo: Johannes Mentelin 1473, Parte 3: Speculum historiale)

É dividido em três partes:

  • Espéculo natural ( espelho natural ) em 32 livros:
    • I: Criação: Deus, Trindade, anjos;
    • II: mundo sensível: luz e cores, os quatro elementos, Lúcifer e os anjos caídos;
    • III-IV: alma, céu, clima, meteorologia;
    • V-XIV: mar e água, terra e agricultura, metais, pedras preciosas, plantas;
    • XV: astronomia: lua, estrelas, sol, estações do ano;
    • XVI-XVII: pássaros e peixes;
    • XVIII-XXII: animais terrestres, selvagens e domésticos;
    • XXIII-XXVIII: psicologia, fisiologia e anatomia do homem;
    • XXIX-XXXI: suplemento aos anteriores
    • XXXII: resumo do conhecimento geográfico e histórico do ano de 1250.
  • Espéculo doutrinário (espelho doutrinário ) em 17 livros:
    • I: filosofia e vocabulário latino de 6.000 a 7.000 palavras;
    • II: gramática, lógica, retórica, poética;
    • III: além do anterior, contém alguns contos e fábulas;
    • IV-V: virtude e vida monástica;
    • VI: arquitetura, jardinagem, criação, viticultura, almanaque de obras agrícolas nos vários meses do ano;
    • VII-X: política (educação de princípios) e direito ( civil, criminal e canônico );
    • XI operações, guerra, caça, comércio e navegação, alquimia;
    • XII-XIV: medicamento;
    • XV: física (é um resumo do espéculo natural );
    • XVI: aritmética, música, geometria, astronomia, astrologia, pesos e medidas, metafísica;
    • XVII: teologia e mitologia.

No início do século XIV, uma quarta parte foi adicionada:

  • Espéculo moral ( espelho moral )

Várias versões deste trabalho foram elaboradas durante o Renascimento.

A Fiori e vita di filosafi ed altri savi ed imperadori, de uma Toscano anônimo, escrita no século XIII, são uma paráfrase do Speculum historiale.

Referências

  1. «Speculum maius». Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 1 de novembro de 2020 

Ligações externasEditar