Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Spray (desambiguação).

Um borrifador, pulverizador, vaporizador, o estrangeirismo spray (termo de inglês que significa "borrifo"[1][2][3], de pronúncia: /sprei/) ou o aportuguesamento esprei[4], refere-se a um dispositivo mecânico que permite vaporizar, sob pressão, partículas sólidas ou, mais frequentemente, líquidas, que se encontram em suspensão num meio gasoso (aerossol).

borrifador acionado
Embalagens de tinta na forma de borrifador

Muito usado nas embalagens de tintas, permite a saída da tinta em minúsculas gotículas, possibilitando assim a pintura com diversos efeitos, como esfuminho, degradês, entre outros. A tinta, ao misturar-se com o gás, toma a forma de micropartículas. Quando o pino superior é pressionado, o líquido sob pressão é liberado de forma pulverizada. Diversos outros produtos são comercializados em embalagens desse tipo, a exemplo de perfumes, desodorantes, espuma para barbear, medicamentos, tintas, inseticidas, fluido para isqueiros, entre outros.

HistóriaEditar

Desde ao menos 1790, ter-se-iam feito as primeiras tentativas de armazenas líquidos em forma pressurizada, do modo que viria a ser o borrifador.[5] O primeiro borrifador a ser patenteado foi um modelo de aerossol em lata inventado em Oslo, na Noruega, em 1927. Nos Estados Unidos, o borrifador foi patenteado quatro anos depois, em 1931, após uma empresa estadunidense ter comprado os direitos da invenção por 100 000 coroas norueguesas.[5] Em 1998, os Correios da Noruega comemoraram a invenção do borrifador como um feito nacional, criando um selo postal comemorativo a respeito.[5]

Spray de tintaEditar

Sprays de tintas foram criados na década de 1970[6] para uso em pinturas singulares, o que, mais tarde, foi utilizado por pichadores e grafiteiros.

Restrições a vendaEditar

No Brasil, a venda de tintas em embalagens spray foi proibida em 26 de maio de 2011 para menores de 18 anos de idade. A nova legislação sobre a venda desse material foi definida pela lei 12 408, sancionada pela presidente Dilma Rousseff e publicada no Diário Oficial na mesma data. Para compras em território nacional, será necessário apresentar documento comprovando ser maior de 18 anos. Comerciantes terão, ainda, que colocar a identidade do comprador na nota fiscal. As embalagens das tintas virão com o aviso: "Pichação é crime" O grafite, no entanto, é permitido. Foi realizada uma alteração em uma lei de 1998, determinando que "a prática do grafite realizada com o objetivo de valorizar o patrimônio público e privado mediante manifestação artística" com autorização do proprietário é legal.


Ver tambémEditar

Referências

  1. Dicionário Houaiss: spray
  2. Dicionário escolar da língua portuguesa/Academia Brasileira de Letras. 2ª edição. São Paulo. Companhia Editora Nacional. 2008. p. 1 200.
  3. VOLP. spray
  4. «Esprei». Wikcionário. Consultado em 14 de setembro de 2018 
  5. a b c «The Evolution of Aerosol Spray Cans». About.com Money. Consultado em 27 de janeiro de 2016 
  6. (em inglês) Patentes

Ligações externasEditar