Abrir menu principal

Stay Away, Joe

filme de 1968 dirigido por Peter Tewksbury
Stay Away, Joe
No Brasil Joe É Muito Vivo
 Estados Unidos
1968 •  cor •  102 min 
Direção Peter Tewksbury
Produção Douglas Laurence
Roteiro Michael A. Hoey
Burt Kennedy
Baseado em Stay Away, Joe, de Dan Cushman
Elenco Elvis Presley
Joan Blondell
Burgess Meredith
Gênero comédia dramático-musical
Música Jack Marshall
Cinematografia Fred J. Koenekamp
Figurino Lambert Marks
Elva Martien
Edição George W. Brooks
Companhia(s) produtora(s) Metro-Goldwyn-Mayer
Distribuição Metro-Goldwyn-Mayer
Idioma inglês

Stay Away, Joe (bra: Joe É Muito Vivo[1]) é um filme de estadunidense de 1968, do gênero comédia dramático-musical, dirigido por Peter Tewksbury, com roteiro de Michael A. Hoey e Burt Kennedy baseado no romance Stay Away, Joe, de Dan Cushman.[1]

SinopseEditar

Joe Lightcloud (Elvis Presley) é um navajo e peão de rodeio, cuja família vive em uma reserva. Joe insiste ao Governador da cidade para que o dê vinte novilhas e um touro premiado, para provar que sua família pode criar gado na reserva. Se isso desse certo, o governo poderia ajudar o povo navajo. Tudo se complica quando acidentalmente, um amigo de Joe faz churrasco com o touro premiado, enquanto este vendia as novilhas para comprar o que sua madrasta (Katy Jurado) precisava para sua casa.

ElencoEditar

  • Elvis Presley: Joe Lightcloud
  • Burgess Meredith: Charlie Lightcloud
  • Joan Blondell: Glenda Callahan
  • Katy Jurado: Annie Lightcloud
  • Thomas Gomez: avô
  • Henry Jones: Hy Slager
  • L.Q. Jones: Bronc Hoverty
  • Quentin Dean: Mamie Callahan
  • Douglas Henderson: congressista Morrissey

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Joe É Muito Vivo». Brasil: CinePlayers. Consultado em 17 de julho de 2019 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.