Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Stieg Larsson
Nome completo Karl Stig-Erland Larsson
Nascimento 15 de agosto de 1954
Skelleftehamn, Bótnia Ocidental,  Suécia
Morte 9 de novembro de 2004 (50 anos)
Estocolmo,  Suécia
Nacionalidade Suécia sueca
Ocupação Jornalista e escritor
Gênero literário policial
Magnum opus Trilogia Millennium (2005-2007)
Página oficial
trilogiamillennium.com.br

Karl Stig-Erland Larsson (Skelleftehamn, 15 de agosto de 1954Estocolmo, 9 de novembro de 2004), mais conhecido como Stieg Larsson, foi um jornalista e escritor sueco, famoso pela trilogia policial Millennium. A trilogia foi um sucesso de crítica e de público em todos os países em que foi lançada. No seu país de origem, Suécia, uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série.[1]

Larsson viveu boa parte de sua vida na cidade de Estocolmo, tendo trabalhado no campo do jornalismo e sido pesquisador independente do extremismo político no seu país.[carece de fontes?]

BiografiaEditar

Stieg Larsson foi um dos mais influentes jornalistas e ativistas políticos suecos. Trabalhou na destacada agência de notícias TT. À frente da revista Expo, fundada por ele, denunciou organizações neofascistas e racistas. É co-autor de Extremhögern, livro sobre a extrema direita em seu país.[carece de fontes?]

Por causa de sua atuação na luta pelos direitos humanos, recebeu várias ameaças de morte.

Morreu em 9 de novembro de 2004, aos 50 anos, vítima de um ataque cardíaco. Segundo apurado, o infarte deu-se após Larsson subir sete lances de escada até ao seu escritório na sede da revista Expo, já que o elevador havia quebrado. Houve rumores de que sua morte foi induzida (tendo em vista as várias ameaças de extremistas contra a revista e o próprio Larsson), porém tal hipótese logo foi descartada.[carece de fontes?]

ObraEditar

Referências

  1. Os homens que não amavam as mulheres (sinopse), Mundo positivo, consultado em 15 de maio de 2012, cópia arquivada em |arquivourl= requer |arquivodata= (ajuda) 🔗 .
  2. http://www.trilogiamillennium.com.br/
  3. Media Books - A rapariga que sonhava com uma lata de gasolina e um fósforo

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar