Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o herói mitológico. Para o rei númida do século III a.C., veja Sífax.

Sufax, Sofax, Sophax, Suphax, Sífax, Syphax ou Sufaqs é um herói ou semideus das mitologias berbere e grega.[1] Está na origem do nome da cidade de Sfax, na Tunísia e existiu um rei berbere chamado Sífax, que reinou na Numídia ocidental (atual Argélia) no último quartel do século III a.C.[2]

Moeda de Juba II, rei da Mauritânia e da sua esposa Cleópatra Selene II. Juba II considerava-se descendente de Sufax

De acordo com o mito, Sufax era filho da deusa Tinjis, casada em segundas núpcias com Héracles (Hércules para os romanos), sendo por isso neto de Zeus e da rainha mortal Alcmena.[3][4] Sufax substituiu o Anteu, o primeiro marido da sua mãe, morto por Héracles, como guarda do país dos berberes,[5][6] e foi o fundador de Tânger, a que chamou Tingis em memória da sua mãe.[1]

Na mitologia berbere, muitos dos reis berberes são descendentes de Sufax. Este teve um filho, Diodoro, que reinou sobre muitas tribos berberes do Norte de África com a ajuda dos deuses olímpicos. Segundo Plutarco, muitos dos mitos foram criados para glorificar o rei númida da Mauritânia Juba II (52 a.C.–23 d.C.), que se considerava descendente de Diodoro e de Héracles.[carece de fontes?]

Notas e referênciasEditar

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Sufax», especificamente desta versão.
  1. a b Plutarco, Vidas Paralelas, The Life of Sertorius (em inglês). Página visitada em 19-11-2013
  2. Syphax (em inglês). www.livius.org. Página visitada em 19-11-2013
  3. Hesíodo, O Escudo de Héracles, 1 ff. (em inglês). Página visitada em 19-11-2013
  4. João Tzetzes, sobre Licofrão, 662
  5. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 2.5.11 (em inglês). Página visitada em 19-11-2013
  6. Higino, Fabulae, 31 (em inglês). Página visitada em 19-11-2013