Abrir menu principal

Superliga Brasileira de Voleibol Masculino de 2014 - Série B

Superliga Série B 2014
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações gerais
País  Brasil
Organizador CBV
Período de 18 de janeiro a 12 de abril de 2014
Participantes 8
Resultados
Campeão São Paulo Escola do Corpo (1º título)
Vice-campeão Rio Grande do Sul AMPMP Voleisul
Aumento Promoção São Paulo Escola do Corpo
Estatísticas
Número de jogos 64
◄◄ 2013 Bola de volei de quadra.svg 2015 ►►
Página oficial da competição

A Superliga Brasileira de Voleibol Masculino de 2014 - Série B foi a terceira edição desta competição organizada pela Confederação Brasileira de Voleibol através da Unidade de Competições Nacionais. Trata-se da segunda divisão do Campeonato Brasileiro de Voleibol, a principal competição entre clubes de voleibol masculino do Brasil. Participaram do torneio oito equipes provenientes de três estados brasileiros: São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

A edição da Superliga - Série B (2014) ficou marcada pela desclassificação, na semifinal, da equipe Sada Cruzeiro B: o "Sada Funec Contagem", composto pelos melhores atletas das categorias de base (juvenil e infanto) do Sada Cruzeiro. Mesmo competindo contra clubes de atletas adultos, realizaram a melhor campanha da primeira fase, mas foram impedidos de jogar o terceiro jogo das semifinais por decisão do STJD em razão da escalação irregular de dois atletas que disputaram partida pelo time principal na mesma temporada.[1]

Índice

RegulamentoEditar

A fase classificatória foi composta de oito times, em grupo único, no sistema de confrontos de turno e returno. Ao final desta fase, as quatro equipes de melhores campanhas classificaram-se à fase semifinal.

O sistema de pontuação adotado nesta fase foi o mesmo utilizado na Série A: caso o placar seja de 3 sets a 0 ou 3 a 1, foram concedidos três pontos para o vencedor e nenhum para o perdedor; se fosse 3-2, dois pontos para o vencedor e um para o perdedor. O não comparecimento (W.O.) levaria à perda de dois pontos.

Nas semifinais as equipes classificadas na primeira fase se enfrentaram em cruzamento olímpico em uma série melhor de três, em que o primeiro colocado enfrentou o quarto e o segundo colocado duelou contra o terceiro. Os vencedores de cada série se classificaram para a final do torneio, que foi disputada em jogo único com mando da equipe de melhor colocação na fase classificatória. O campeão do torneio garantiu vaga na Série A 2014/2015.[2]

Equipes participantesEditar

Fase classificatóriaEditar

ClassificaçãoEditar

  • Vitória por 3 sets a 0 ou 3 a 1: 3 pontos para o vencedor;
  • Vitória por 3 sets a 2: 2 pontos para o vencedor e 1 ponto para o perdedor.
  • Não comparecimento, a equipe perde 2 pontos.
  • Em caso de igualdade por pontos, os seguintes critérios servem como desempate: número de vitórias, razão de sets e razão de ralis.
Equipes classificadas para as semifinais.
Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1   Sada Cruzeiro B 32 14 11 3 2 8 1 0 2 1 35 19 1.842 1089 1012 1.076
2   Escola do Corpo 29 14 10 4 2 4 4 3 1 0 37 24 1.542 1170 1103 1.061
3   AD Santo André 24 14 7 7 3 4 0 3 3 1 30 25 1.200 1062 1041 1.020
4   AMPMP Voleisul 21 14 8 6 1 2 5 2 1 3 29 30 0.967 1094 1073 1.020
5   Bento Vôlei 18 14 7 7 0 1 6 3 2 2 29 34 0.853 1194 1198 0.997
6   ACBD Rio Claro 16 14 4 10 2 2 0 4 4 2 24 32 0.750 1044 1080 0.967
7   Sesi-SP 15 14 5 9 4 0 1 1 6 2 23 29 0.793 943 995 0.948
8   Olympico Club 13 14 4 10 1 2 1 2 4 4 20 34 0.588 983 1077 0.913

ResultadosEditar

Para um dado resultado encontrado nesta tabela, a linha se refere ao mandante e a coluna, ao visitante.

  RCL STA VOS SAC BEN SJC OLY SES Pos
  RCL ACBD Rio Claro
  STA AD Santo André
  VOS AMPMP Voleisul
  SAC Sada Cruzeiro B
  BEN Bento Vôlei
  SJC Escola do Corpo
  OLY Olympico Club
  SES Sesi-SP

PlayoffsEditar

  Semifinais Final
                       
   Sada Cruzeiro B 1 1 3 *  
   AMPMP Voleisul 1 3 2 *  
       AMPMP Voleisul 1
     Escola do Corpo 3
   Escola do Corpo 2 3 3
   AD Santo André 0 1 2  
  • Desclassificação, na semifinal, da equipe Sada Cruzeiro B: o "Sada Funec Contagem", composto por atletas das categorias de base (juvenil e infanto) do Sada Cruzeiro. Mesmo competindo contra clubes de atletas adultos, realizaram a melhor campanha da primeira fase, mas foram impedidos de jogar o terceiro jogo das semifinais por decisão do STJD, em razão da escalação irregular de dois atletas.[1]

Referências

  1. a b «STJD coloca a Voleisul/Paquetá Esportes na final da Superliga B». terra.com.br. 31 de março de 2014. Consultado em 22 de setembro de 2014 
  2. «Superliga Série B 2013 - Regulamento oficial» (PDF). CBV. Consultado em 1 de abril de 2013. Arquivado do original (PDF) em 3 de fevereiro de 2013