Abrir menu principal

Tarcísio de Almeida Miranda

Tarcísio Miranda
Vice-governador do  Rio de Janeiro
Período janeiro de 1951
até 31 de dezembro de 1955
Senador pelo  Rio de Janeiro
Período fevereiro de 1955 até
1 de setembro de 1958
Dados pessoais
Nascimento 18 de fevereiro de 1884
Campos dos Goytacazes
Morte 1 de setembro de 1958 (74 anos)
Rio de Janeiro
Partido Partido Trabalhista Brasileiro
Profissão fazendeiro, industrial e político.

Tarcísio d'Almeida Miranda (Campos dos Goytacazes, 18 de fevereiro de 1884Rio de Janeiro, 1 de setembro de 1958), ou simplesmente Tarcísio Miranda, foi um fazendeiro, industrial e político brasileiro.

BiografiaEditar

Filho de João Gregório Francisco de Miranda e Luísa de Almeida Costa. Durante o governo presidencial de Getúlio Vargas, entre os anos de 1943 e 1945, foi membro da Comissão Executiva do Instituto do Açúcar e do Álcool (IAA).Também foi Delegado de Polícia de sua cidade natal, Campos dos Goytacazes. Importante usineiro do setor sucroalcooleiro na região Norte Fluminense, pela qual lutava por um pacote de medidas para aumentar a competitividade e a capacidade de investimentos.

No ano de 1950 tornou-se vice-governador do antigo estado do Rio de Janeiro através da coligação entre o Partido Social Trabalhista (PST) e o Partido Trabalhista Brasileiro(PTB). Tomou posse no primeiro mês de 1951, juntamente com o governador eleito Ernâni do Amaral Peixoto. Interinamente tornou-se chefe do governo estadual, entre abril e maio de 1953, em decorrência da viagem do então governador aos Estados Unidos da América.

Na eleição realizada em outubro de 1954 elegeu-se senador pelo antigo estado do Rio de Janeiro para o período 1955-1963, na coligação feita entre o Partido Social Trabalhista (PST) e o Partido Social Democrático (PSD). Seu mandato foi ininterrompido com o seu falecimento no ano de 1958.

Fontes de PesquisaEditar