Abrir menu principal
Teatro Municipal de São Carlos
Alderico Vieira Perdigão
Teatro de Arena
José Saffiotti Filho
Estilo dominante moderno
Construção Inauguração funcional 22 de outubro de 1966
Inauguração oficial 21 de abril de 1969
Reinauguração 6 de julho de 2008[1]
Estado de conservação SP
Geografia
Cidade São Carlos

O Teatro Municipal de São Carlos, nomeado oficialmente como "Teatro Municipal Dr. Alderico Vieira Perdigão", está localizado na cidade de São Carlos, é um dos mais importantes teatros do interior do Estado de São Paulo. Está localizado na rua sete de setembro nº 1735, no centro da cidade; assim como o Teatro de Arena José Saffiotti Filho

HistóriaEditar

Em 1956, o então prefeito da cidade, dr. Alderico Vieira Perdigão, lançou a pedra fundamental do teatro, que foi construído entre 1960 a 1966 e tendo sua inauguração funcional 22 de outubro de 1966 com a peça Morte e Vida Severina, de João Cabral de Mello Neto, pelo Grupo TUCA (como registrou Névio Dias em "O Teatro Amador no Contexto Cultural de São Carlos".[2] A inauguração oficial ocorreu em 21 de abril de 1969http://www.regiaoemdestake.com.br/site/2019/04/22/sao-carlos-teatro-municipal-completa-50-anos-data-foi-comemorada-em-grande-estilo/
Reinauguração 4 de julho de 2008[3]que seria inaugurado oficialmente em 1969 com a apresentação do espetáculo "Esperando Godot" e a participação da atriz Cacilda Becker, como parte da edição do VII Festival de Teatro Amador na cidade.[1][4][5][6]

Apesar de ter sido reinaugurado em 2008, após uma ampla reforma,[1] o Teatro Municipal foi fechado em 2013 após uma fiscalização do Corpo de Bombeiros apontar problemas de segurança contra incêndio. De acordo com os bombeiros, a central de alarme contra incêndio não estava funcionando e as portas giratórias estavam fora de padrão. A vistoria também detectou as janelas de ventilação insuficientes e o sistema de ar condicionado sujo. Além disso, alguns itens como deslocamento da placa de lã de vidro na tubulação e ausência de filtros que estavam fora das especificações da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), haviam infiltrações nas paredes, os refletores estavam sem a trava de segurança, alguns pisos da entrada estavam soltos e o palco estava com buracos.[7]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c Prefeitura de São Carlos, ed. (7 de julho de 2008). «Teatro Municipal». Consultado em 29 de março de 2019 
  2. https://www.encontrasaocarlos.com.br/sao-carlos/teatro-municipal-sao-carlos.shtml
  3. http://www.saocarlos.sp.gov.br/index.php/noticias-2008/152718-teatro-municipal.html
  4. Maria Thereza Vargas. Coleção Aplauso - Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, ed. «Cacilda Becker». Consultado em 29 de março de 2019 
  5. Carlos Pinto (12 de junho de 2006). Jornal da Orla, ed. «Cacilda Becker... 40 anos depois». Consultado em 29 de março de 2019 
  6. Jornal de Sorocaba, ed. (6 de agosto de 2013). «Cacilda Becker e o TBC são revividos no palco do Sesc». Consultado em 29 de março de 2019 
  7. G1, ed. (8 de fevereiro de 2013). «Teatro Municipal de São Carlos, SP, é fechado após uma fiscalização». Consultado em 29 de março de 2019 

NotasEditar

  • Jornal "A Folha" de São Carlos (22/04/1969)
  • Jornal "A Folha" de São Carlos (18/06/1969)

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre teatros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.